A reciclagem de chapas de raios X e fotolitos

Depois de o Hospital das Clínicas de São Paulo inaugurar um posto de coleta de chapas de raios x para a reciclagem, o assunto passou a ser mais bem discutido. Além das chapas de raios x, existem também os antigos fotolitos, usados para a impressão de revistas e livros. Na verdade, todo filme ou película fotossensível, como as das chapas de raio X e dos fotolitos, é recoberto por uma fina camada de grãos de prata sensíveis à luz. Bater uma foto significa expor a camada de grãos de prata à luz. Mas como os objetos refletem a luz cada um à sua maneira, os grãos de prata sofrem diferentes graus de exposição — uns são expostos a mais luz, outros a menos. Acontece também que áreas da camada de grãos de prata não sejam sensibilizadas. Nesse caso, aparecem escuras ou pretas nas fotografias.

Depois que o filme é exposto à luz, a imagem fica gravada nele, mas não visível — diz-se que está latente. Para que possa ser vista, o filme precisa ser “revelado”. Os reveladores mais comuns são o metol, a hidroquinona e a fenidona. Em determinado momento, o processo de revelação precisa ser interrompido, para evitar que sua continuação comprometa a qualidade da imagem. Para isso, é usado o interruptor — um composto de ácido acético diluído em água, que neutraliza a ação do revelador.

A eliminação de parte da prata contida no filme acontece na fase seguinte, de fixação — o último banho químico, que age nas áreas escuras e retira do filme o metal ainda sensível à luz. Esse banho é necessário porque o revelador torna a imagem latente visível somente nas áreas já sensibilizadas. Todos os grãos de prata que não sofreram a ação da luz continuam na emulsão mantendo suas capacidades fotossensíveis — ou seja, se forem novamente expostos à luz, como certamente serão, eles ainda poderão se alterar. O fixador mais usado é o tiossulfato de sódio, que desempenha basicamente duas funções: retira os grãos não atingidos pela luz e estabiliza a imagem revelada.

Nesse processo, o fixador reduz os grãos do metal não sensibilizados a uma suspensão de átomos, que é eliminada na lavagem — a última etapa —, feita com água. A emulsão composta pela água e pelo fixador contém a prata não sensibilizada, que sobrou no processo de formação da imagem. No caso da revelação da chapa de raio-X, por exemplo, esse líquido pode conter até quatro gramas de prata por litro. No caso do filme fotográfico, cada rolo libera em média 0,65 grama do metal. Esse material é descartado e pode ter dois destinos: ser jogado no esgoto ou passar por um processo para recuperação da prata.

Jogar fora os líquidos da revelação é a alternativa menos utilizada: a prata é um metal pesado altamente poluidor e sua liberação no ambiente é proibida por normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). As Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC) 306/04, da Anvisa, e 358/05, do Conama, dispõem sobre o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde (RSS).

A resolução 04 determina que os reveladores utilizados em radiologia sejam submetidos a processo de neutralização (por profissionais qualificados) para alcançarem pH entre sete e nove — o índice de pH mede a acidez do produto químico. Só depois disso podem ser descartados no sistema local coletor de esgotos, desde que atendam às diretrizes dos órgãos de meio ambiente e saneamento. Já os fixadores devem ser submetidos a processo de recuperação da prata e também de retirada de outros metais pesados, caso estejam presentes. Mesmo se decidir jogar os líquidos no esgoto, o utilizador vai precisar retirar a prata. Por isso, a recuperação é a alternativa mais usada.

Enfim, as empresas de reciclagem desses materiais utilizam os cristais de prata para transformá-los em talheres e jóias. A partir de outro material restante da reciclagem das chapas, o acetato, podem ser fabricadas caixas de presentes e bolsas.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

About these ads

83 Respostas

  1. Ok, o assunto é muito pertinente.
    Mas além do HC, onde mais podemos descartar os raios X que temos guardados em casa?

    • Consulte:
      – Instituto Triângulo:0/xx/11/4991-1112; http://triangulo.org.br/portal (para orientação sobre onde levar)

      – Entidade Jóia-Rara: 0/xx/11/3424-8010 (compra em pequenas quantidades e revende a artesãos e comunidades).
      – Reciclagem Lopes 11-3271-6335 São Paulo, SP
      Empresa de Reciclagem em geral, há 7 anos no mercado compramos chapas de raio x, sucatas de ferro, cobre, latinhas de aluminio, latão, etc.
      – DPC Brasil – http://dpcbrasil.com.br/
      11 4449-4609

      Hayrton

  2. Informo que o local em que trabalho libera estes efluentes na rede de esgoto.

  3. Olá Matuzael, eu tenho uma empresa que e licenciada para transportar e tratar este efluente, peco que entre em contato comigo para tratar a respeito do efluente.
    julio_albino@yahoo.com.br

  4. Quero saber quanto vocês pagam pela chapa, se é por quilo por peça ? Aguardo retorno !!!

  5. Gostaria de saber mais sobre a prata tirada do raio x e o valor do imvestimento para começar.

  6. tem algum curso que ensinem a retirada da prata das chapas de rx e retirada de ouro das placas de video

  7. se tem cursos que ensinem a retira de prata das placas de rx. e ouro das placas de video,se tem apostilas para vender na praça sobre este assunto

  8. Também gostaria de saber sobre a retirada da prata de radiografias, bem como os investimentos necessários, tais como: maquinários, espaço físico, materiais usados, número de pessoas, enfim tudo que se fizer necessário para implantar uma micro empresa, neste segmento.

  9. Gostaria tambem de saber mais sobre a retirada de prata do raiox e custo de equipamentos para implantação nas empresas

  10. quem tem essas chapas a venda entre em contato nesse email
    eduhenriph2011@hotmail.com

  11. Bom dia,
    MEu nome é Ana Carolina, sou de MG e pelo que constatei nao existem empresas de reciclagem de raio x na região. Estou fazendo um trabalho na faculdade sobre residuos de serviços de saude, com enfase em reciclagem de radiografias. Se alguem puder colaborar com informações a respeito, se alguma empresa achar interessante, pretendemos publicar o artigo, e divulgar na região , já que nao é fornecido este tipo de serviço. Desde já agradeço
    email:ana.cpera@gmail.com

  12. boa tarde tenho interece em compra e revender chapa de raio x eu viajo muito para o norte do brasil
    moro em goiania-go
    gostaria de saber com retira o cobre da pedra nuida em natura trans forma em baras. cobre sufetado

  13. Por favor… algum telefone de algum lugar que compre chapas de radiografias no rio de janeiro

    ana cristina

  14. Nossa… gostei muito de como foi abordado o assunto.a minha pergunta é também…se existe algum curso que fale sobre retirada de material (prata), onde vejo a respeito de equipamentos e outros.

    Att

    Ana

  15. gostaria de apender retira essa prata de maneira artesanal

  16. Por favor, poderia me informar algum posto de reciclagem de chapas de RX no Rio de Janeiro. Tenho algumas p/ vender.

    Cristina

  17. sou de Mato Grosso do sul e um conhecido deixou o liquido e a máquina que retira a prata, creio que ele ja retirou toda a prata do liquido, e ele sumiu e eu quero dar um fim nisso inclusive na máquina se alguém tiver interesse entre em contato.

  18. compro filmes de raios x usados pago 6,00 por kilo

  19. eola eu antonio luiz pago 3,00 na chapa de raio x e 2,50 no fixador e vou ao local recolher

  20. bom dia antonio.. qto vc paga na chapa de fotolito ou no quilo?? sou de ribeirão preto.. vc retira???

  21. Compro raio-x, fixador, fotolito e radiografia industrial.
    Raio-x R$ 3,50 por kg
    Fixador necessário medir teor
    Fotolito depende se é negativo ou positivo
    Radiografia Industrial R$ 8,00 por kg
    Tenho todas as licenças
    Email rodolfo@rmrecuperadora.com.br

  22. Bom dia, tenho grande quantidade de RX para venda em Curitiba. Alguém tem interesse em comprar? Retiram aqui? Quanto pagam?
    Obrigado

    • Bom dia,

      Quanto seria essa quantidade aproximadamente?O valor varia de acordo com a quantidade de R$2,00 R$3,50. Att.

      Rodolfo Guerra

      RM Recuperadora 19 -98156-9364 19 – 3384-1811 *rodolfo@rmrecuperadora.com.br * *www.rmrecuperadora.com.br *

      Em 26 de novembro de 2013 21:01, qualidadeonline’s Blog escreveu:

      > Andr commented: “Bom dia, tenho grande quantidade de RX para venda em > Curitiba. Algum tem interesse em comprar? Retiram aqui? Quanto pagam? > Obrigado”

    • ola ANDRÉ ,sou o FLAVIANO e tenho interesse em comprar esse rx
      se preferir entre em contato no (11)44494609, pago r$4,00 no kilo
      e retiro no local

      • Bom dia!

        Temos chapas de raio x usadas disponíveis para venda, caso haja interesse, favor entrar em contato.
        (61)8407-0900 OI
        (61)8291-7907 Tim
        ou neste e-mail.

    • Oi André sei que faz tempo desta publicação, mas tenho interesse em comprar os filmes de raio x, bem como o fixador e revelador.
      Aguardo contato pelo email moacir@rbm.net.br ou 11 – 4441.1021 ramal 5728. Obrigado

  23. BOA NOITE PESSOAL!!! SOU DE CURITIBA E TENHO FOTOLITO NEGATIVO E POSITIVO , SE HAVER INTERESSE EM COMPRA TENHO MAIS O MENOS 600 KILOS…FAVOR ENTRA EM CONTATO COM RODRIGO (041) 36734942 OU 91820857…RODRIGOJO.MILENA@HOTMAIL.COM

  24. boa tarde tenho umas cem paginas de chapas de raio x a quem over interesse é só entrar em contato por este e-mail

  25. em relação a pelicula negativa e positiva de microfilme de 16mm qual e o preço do quilo ….e se tem alguem interesado para compra

  26. BOM DIA ! RICARDO ME ENTERESSA,PRECISO SABER QUANTOS KILOS TEM DESSE MATERIAL

  27. Flaviano este material esta em pelicula e por isso não sei o quanto de prata realmente tem. Mas no bruto de película imagino ter uns 20k ao todo. Gostaria de saber o preço por kg, pq mesmo não tendo os 20kg, vamos ter noção do preço. Pois temos como adquirir ainda mais!!!!

  28. lembrando que meu estado e RJ e que tenho pelicula de microfilme para vender e que tenho este material constantemente aos interessados

  29. Olá. Sou de Petrópolis R.J. e tenho grande quantidade de positivos (fotos aéreas de 23x23cmm) antigos para retirada da prata.A quem interessar.

  30. Compramos sucatas de filme de raio-x e fotolito.
    Edmilson

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.777 outros seguidores

%d bloggers like this: