Metrologia: cuidado no seu dia a dia, pois quase tudo se mede!

Há algum tempo escrevi um texto “O que seria o seu dia-a-dia sem a metrologia?”. Ao levantar e tomar o seu banho, escovar os dentes, a água consumida é medida pelo hidrômetro, que registra quantos m³ de água foram consumidos. Se ele tiver desregulado, seu dinheiro vai por água abaixo. Ao parar o táxi para ir ao trabalho, um medidor de comprimento e tempo, o taxímetro, vai medir a distância percorrida e calcular o valor da corrida. Se tiver descalibrado, …

No fundo, quase tudo o que se compra é medido. E como saber se as medições estão sendo realizadas corretamente? Quem garante que o pacote de arroz de 5 kg tem cinco quilogramas? Quem controla a qualidade das medições realizadas pelas balanças, taxímetros, bombas medidoras de combustível e tantos outros instrumentos usados para medir os produtos que são consumidos? As medições que envolvem transações comerciais, bem como aquelas que envolvem a saúde e a segurança dos cidadãos, são reguladas pela metrologia legal. Nesse sentido, ela é um conjunto de normas e regulamentos técnicos que devem ser obedecidos compulsoriamente (adoção obrigatória) por todos aqueles que comercializam produtos ou serviços mediante algum tipo de medição, ou que fabricam instrumentos de medição voltados para esse fim, sob pena de sofrerem algum tipo de sanção administrativa.

Importante é saber que medir é uma atividade mais corriqueira do que parece. Ao olhar no relógio, vê-se no mostrador o resultado de uma medição de tempo. Ao se medir a pressão arterial no médico ou na farmácia, comprar um quilograma de carne no açougue ou abastecer o carro no posto de gasolina, presenciam-se medições. Mas o que é uma medição?

Existe uma imensa variedade de coisas diferentes que podem ser medidas sob vários aspectos. Imagine uma lata de óleo. Pode-se medir a sua altura, pode medir quanto ela pesa e pode medir quanto liquido ela pode comportar. Cada um desses aspectos (comprimento, massa, volume) implica numa grandeza física diferente. Medir é comparar uma grandeza com uma outra, de mesma natureza, tomada como padrão. Medição é, portanto, o conjunto de operações que tem por objetivo determinar o valor de uma grandeza.

Consequentemente, o conceito de grandeza é fundamental para se efetuar qualquer medição. Grandeza pode ser definida como sendo o atributo físico de um corpo que pode ser qualitativamente distinguido e quantitativamente determinado. Por exemplo, a altura de uma lata de óleo é um dos atributos desse corpo, definido pela grandeza comprimento, que é qualitativamente distinto de outros atributos (diferente de massa) e quantitativamente determinável (pode ser expresso por um número). Enfim, desde que se levanta até a hora de dormir, as pessoas convivem com a metrologia, ou não?

A definição formal de metrologia, palavra de origem grega (metron: medida; logos: ciência), e de outros termos gerais pode ser encontrada no Vocabulário Internacional de Termos Fundamentais e Gerais de Metrologia (VIM). O resultado de uma medição é, em geral, uma estimativa do valor do objeto da medição. Desta forma a apresentação do resultado é completa somente quando acompanhado por uma quantidade que declara sua incerteza, ou seja, a dúvida ainda existente no processo de medição. Do ponto de vista técnico, quando realizamos uma medição esperamos que ela tenha exatidão (mais próxima do valor verdadeiro) e que apresente as características de repetitividade (concordância entre os resultados de medições sucessivas efetuadas sob as mesmas condições) e reprodutibilidade (concordância entre os resultados das medições efetuadas sob condições variadas).

Também é necessário termos unidades de medidas definidas e aceitas convencionalmente por todos. O Brasil adota as unidades definidas no Sistema Internacional de Unidades (SI) como padrão para as medições. Apesar de todos os cuidados quando se realiza uma medida poderá ainda surgir uma dúvida de qual é o valor correto. Neste instante, é necessário recorrer a um padrão de medição.

Um padrão pode ser uma medida materializada, instrumento de medição, material de referência ou sistema de medição destinado a definir, realizar, conservar ou reproduzir uma unidade ou um ou mais valores de uma grandeza para servir como referência. Para a garantia da confiabilidade das medições é imprescindível a realização de um processo de comparação com os padrões, processo este chamado de calibração.

Como exemplo, pode-se dizer que para calibrar uma balança, há a necessidade de um conjunto de massas padrão, de modo a cobrir toda a faixa medida pela balança. Aplicando-se a massa de 5 kg sobre a balança, pode-se verificar se ela está calibrada.

 balança 

A calibração é uma oportunidade de aprimoramento constante e proporciona algumas vantagens:

  • Redução na variação das especificações técnicas dos produtos: produtos mais uniformes representam uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes;
  • Prevenção dos defeitos: a redução de perdas pela pronta detecção de desvios no processo produtivo evita o desperdício e a produção de rejeitos;
  • Compatibilidade das medições: quando as calibrações possuem rastreabilidade aos padrões nacionais e internacionais asseguram atendimento aos requisitos de desempenho.

padrões 

 Um processo produtivo deve estar, sempre que possível, fundamentado em normas técnicas, procedimentos e/ou especificações, visando a obtenção de produtos que satisfaçam às necessidades do mercado consumidor. Para que isto ocorra dentro dos limites planejados, são realizadas medições das características das matérias-primas, das variáveis do produto em transformação e das diversas etapas do processo.

Sem a comprovação metrológica não há como garantir a confiabilidade dos dados referentes ao controle das características que determinam a qualidade do produto. Sua ausência, portanto, é por si só razão suficiente para gerar descrédito no sistema de informação da qualidade da organização.

As sete unidades de base do SI fornecem as referências que permitem definir todas as unidades de medida. Com o progresso da ciência e com o aprimoramento dos métodos de medição, tornou-se necessário revisar e aprimorar periodicamente as suas definições. Quanto mais exatas forem as medições, maior deve ser o cuidado para a realização das unidades de medida. Se você quiser ler um resumo do SI, clique no link http://www.inmetro.gov.br/consumidor/Resumo_SI.pdf

Para acessar uma apresentação, bem simples, para você divulgar em sua empresa sobre a importância da ciência da medição, clique no link https://qualidadeonline.files.wordpress.com/2009/11/metrologia-a-ciencia-da-medicao1.ppt

2 Respostas

  1. Muito bom texto, pretendo utilizar em minhas aulas. Teria algum problema ?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: