O estresse na vida profissional

Exaustão física e mental dos colaboradores tem consequências diretas nos resultados das empresas, havendo casos extremos de empresas que associam executivos estressados ao modelo ideal de colaborador comprometido. O estresse está presente na rotina de 30% dos trabalhadores brasileiros e a incidência repetitiva de momentos estressantes negativos leva à exaustão física e mental, conhecida como Síndrome de Burnout, com influências diretas nos resultados das empresas.

Gerenciamento do Estresse (ISBN 8573033606)

Gerenciamento do Estresse

Esta obra integra a série Instant para autotreinamento e, tal como os outros títulos, é recheada de exercícios e testes que permitem uma auto-avaliação do nível pessoal de estresse e da identificação da sua origem. Para comprar clique aqui

Os problemas gerados incluem elevados índices de absenteísmo, bem como pelo estabelecimento do presenteísmo, caracterizado pela presença física e não produtiva do indivíduo no trabalho, em função do cansaço, fadiga, dor muscular, insônia, irritabilidade, distúrbios gástricos, dificuldade nos relacionamentos, etc. Na verdade, o estresse não é propriamente uma doença e sim, um estado do organismo quando submetido ao esforço e à tensão.

Dessa forma, em uma situação estressante, o corpo sofre reações químicas normais que preparam o organismo para enfrentar a situação. O prejuízo acontece quando as situações estressantes são contínuas e o organismo começa a sofrer com as constantes reações químicas que se sucedem, sem que haja tempo para a eliminação dessas substâncias e sem o tempo necessário para o descanso e recuperação física e emocional.

 3° Encontro de Auditores de Sistemas de Gestão

24 de junho de 2010

Local: Mendes Convention Center

Av. Gen. Francisco Glicério, 206 – 2º Andar – Santos/SP

Mais informações http://www.abende.org.br/FrmEventoMan.php?evt_codigo=378

Tel.: (11) 5586-3197

No caso dos executivos, as horas de jornadas intensas de trabalho já são velhas companheiras, principalmente daqueles que ocupam altos cargos nas empresas. Para atingirem metas, lidam com situações conflitantes, com a dificuldade da equipe e, muitas vezes, com a incompreensão dos chefes. Aliados a isso está a cobrança da família. Resultado: dor de cabeça, cansaço e claro, mais uma vez ele, o estresse, se manifesta de forma arrasadora e atingindo todos os segmentos da vida, inclusive o pessoal, tornando tudo um grande caos.

A diretora e coordenadora do Instituto Saber, empresa que é inovadora no desenvolvimento de alta performance em recursos humanos, a psicóloga Márcia Dolores Rezende explica que hoje, o estresse faz parte da rotina de muitos profissionais. “Lidar com esse mal da vida moderna significa estar mais preparado para o mercado e denota maturidade profissional”.

Lançamento: The Six Sigma Memory JoggerTM II

Uma publicação com muitas das ferramentas de qualidade comumente utilizadas em melhoria, planejamento e solução de problemas de processos, mas não continha informações específicas referentes a como e quando essas ferramentas poderiam ser usadas no suporte do Six Sigma. Para comprar clique no link http://www.qualistore.com.br/produto.asp?codigo=3985

Porém, conforme a psicóloga alerta, o que deve ser levado em consideração em relação ao problema é a forma com que o profissional o encara. “Se a pessoa transforma a situação em um transtorno isso é altamente prejudicial, mas se desenvolve uma percepção de desafio possivelmente os resultados serão de qualidade”.

Para evitar esse mal, Márcia explica que é preciso, em primeiro lugar, identificar o que está causando o problema e destacar os pontos que desencadeiam a causa. A partir desta informação, o executivo pode definir como ele quer lidar com a situação.

Mas no caso de uma equipe inteira estressada, é preciso que o líder possa sanar o problema o mais rápido possível de forma que a harmonia volte para o convívio dos envolvidos, inclusive para que essas pessoas possam estar aptas a enfrentar as pressões do dia-a-dia. “É preciso preparar melhor o time para lidar com as variáveis presentes no negócio para que toda adversidade se transforme em oportunidades”.

Entretanto, a melhor forma de evitar o problema que causa tantos transtornos na vida do colaborador como no cotidiano da empresa, é apostar em políticas de saúde e bem-estar que possam proporcionar apoio e equilíbrio para o capital humano. “Os benefícios dessa iniciativa são inúmeros. Esse investimento na saúde dos profissionais aumenta a rentabilidade, pessoas felizes e satisfeitas produzem mais. Afinal, o bem estar traz idéias mais criativas proporcionando saídas inovadoras reforçando o conceito de empreendedorismo, terá outro envolvimento com as atividades. Alem de ser uma valorização indireta que rende frutos diretos”, reforça a psicóloga.

Outra alternativa para afastar o estresse é o coaching aliado a programação neurolinguística (PNL). Desde que se tornou advanced trainer em PNL, Márcia passou a usar esse método para ensinar as pessoas a como criar e manter padrões de pensamento favoráveis.

Ela mostra que é possível atingir metas e mudar o comportamento apenas transformando a mente. “O coaching e a PNL são ferramenta poderosas e que dá ao profissional a capacidade de utilizar a sua neurologia de forma mais prática e funcional, aproximando- o do que ele quer evitando desperdiço de energia. Um Coaching Eficaz com PNL irá proporcionar autoconfiança quando ele descobre que pode lidar com varias experiências desafiadora de forma produtiva e com resultados. Ter uma estratégia para mudar e poder operacionalizá-la com agilidade é uma característica do Coaching Eficaz com PNL”, salienta.

Ao invés de fórmulas prontas e baseadas no conselho comum, a técnica da PNL aplicada por Márcia é indicada especialmente para pessoas que desejam desenvolver o potencial interno de habilidades emocionais. Desenvolvida pela psicóloga, as instruções transmitidas aos clientes são feitas a partir de explicações didáticas e exercícios passo a passo que ensinam, na prática, como utilizar o poder da mente a seu favor. Ela também dá dicas de como que as pessoas podem trabalhar as emoções e também como lidar com a raiva, angústia e ansiedade.

A especialista defende que um profissional em pleno bem-estar pode influenciar o ambiente de trabalho de forma positiva e ser um agente multiplicador de criatividade e ações bem-sucedidas. “A PNL voltada ao mundo corporativo visa essa união entre bem estar e resultados, um colaborador influencia o sistema sempre, então a empresa que investir em como esse profissional irá influenciar sairá na frente e terá um excelente diferencial”, finaliza.

As dicas da especialista:

Coloque sua atenção no que você quer;

Abra caminhos para atingir sua meta;

Envolva as pessoas em sua visão e missão para dividir e produzir muito mais;

Delegue, compartilhe e auxilie, trabalhe em equipe e forme equipes;

Saiba ouvir e peça feedbacks e respeite o que o outro tem para falar;

Influencie o clima da área e dos ambientes por onde passa de forma positiva;

Deixe nos ambientes informações boas;

Valorize o que você faz e o que os outros fazem bem;

Comunique com clareza, sensibilidade e harmonia.

 Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Anúncios

Os prós e contras da educação a distância

Educação a distância é o processo de ensino ou aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente. É o ensino ou aprendizagem onde professores e alunos não estão juntos, fisicamente, mas podem estar conectados, interligados por tecnologias, principalmente a internet. Igualmente, podem ser utilizados o correio, o rádio, a televisão, o vídeo, o CD-ROM, o telefone, o fax e tecnologias semelhantes.

SUA EMPRESA POSSUI UM SITE?

Estático ou Dinâmico?

Conteúdos, Ferramenta de Atualização. Mudança de Layout

Preços especiais:

 hayrton@uol.com.br – Tel.: (11) 9105-5304

Alguns especialistas apontam os benefícios dessa nova metodologia:

  • Acessibilidade: Não importa quando e onde você esteja, poderá acessar seu curso on-line. Não há limitação geográfica.
  • Conveniência: Na maioria dos casos, a qualquer época do ano, você pode iniciar um curso on-line. Nada de ficar esperando abertura de turmas ou ficar preso a prazos rigorosos.
  • Ritmo personalizado: Não importa seu grau de dificuldade, você não está preso ao ritmo dos outros demais alunos.
  • Economia de tempo: O tempo e o dinheiro economizados ao fazer um curso online, dependendo de seu ritmo, permitirão que seja m feitos outros cursos em paralelo.
  • Custo: Nada de custos com deslocamentos e alimentação para o local. O provedor dos cursos tem bastante economia já que não precisa disponibilizar salas de aula, professores exclusivos, enfim, toda a infraestrutura necessária, possibilitando inclusive melhores preços quando comparado ao do curso presencial.
  • Reputação – Ainda não dá para se equiparar a reputação e reconhecimento de um curso on-line e um curso presencial, há ainda muito preconceito no Brasil, embora isso vá mudar em longo prazo.
  • Contato Pessoal – A inexistência ou deficiência de interação pessoal entre professor e alunos, tão importante para o crescimento tanto pessoal quanto profissional de ambos, não existe.
  • Familiarização com computadores – Embora o computador esteja cada vez mais amigável e popular, os softwares de educação à distância não são ainda tão amigáveis, o que ainda é um grande empecilho à adesão de muita gente.

Para o superintendente da Dtcom Educação e Comunicação Corporativa a Distância, Marco Eleutério (redacao9@lidemultimidia.com.br), a educação corporativa, seja a distância ou mesmo no ensino presencial, o pensamento parte do conteúdo a ser desenvolvido. Este conteúdo deve atender as expectativas de capacitação do aluno frente às necessidades das organizações e, também, servir de incremento ao desenvolvimento pessoal do indivíduo com base nas necessidades do mercado ao qual ele está inserido e buscando o autodesenvolvimento.

“Para oferecer conteúdo exequível e que atenda à demanda de mercado e das organizações, o ensino corporativo a distância deve estar atento às necessidades humanas e de um mercado cada vez mais ágil e em constante mutação. Basicamente, o universo corporativo é dividido em três segmentos: indústria, serviços e comércio. Toda a sociedade se move em torno destas atividades que caminham em alta velocidade e em busca da excelência e da inovação. Para que estes setores atinjam seus objetivos é preciso contar com pessoas cada vez mais qualificadas. E capacitação só é possível com conhecimento aprofundado de técnicas e estratégias. Esse é o papel da educação profissional. Proporcionar conhecimento e conteúdo de qualidade para atender a essa demanda”, afirma o engenheiro eletrônico.

Ele acrescenta que tão importante quanto manter um conteúdo de excelência é oferecer o método adequado para a aplicação deste conhecimento. “No caso da educação a distância, a metodologia deve receber atenção especial, pois cabe a ela balizar o teor e a tecnologia que irão compor os pilares necessários para a boa capacitação do aluno. Vejamos o exemplo de um profissional de vendas que atua na cidade de São Paulo e passa a maior parte do tempo dentro do carro, no trânsito, na busca ou no atendimento aos clientes. A metodologia que melhor irá atendê-lo deverá estar alinhada a uma tecnologia remota, via internet, em que ele poderá programar seus cursos em qualquer lugar. Por outro lado, um servidor público ou um profissional da iniciativa privada que mantém sua rotina dentro de uma estrutura corporativa interna, tem a possibilidade de se capacitar na própria instituição, em uma sala de treinamento com outros colegas. O terceiro pilar da educação corporativa a distância é a tecnologia. Ferramenta que integra o aluno ao professor e permite que o conhecimento seja transmitido. E quando o assunto é tecnologia, a mais adequada para a difusão da educação corporativa a distância, se dá por meio da plataforma utilizada para a transmissão das aulas a partir da tv corporativa ou do sistema de educação desenvolvidos para canais codificados próprios, ambas com transmissão por sinal de satélite, as chamadas tele aulas. Além disso, todo o conteúdo das tele aulas deve ser complementado por uma plataforma de aprendizagem – o chamado ambiente virtual de aprendizagem – que permite ao aluno ampliar seus conhecimentos, desenvolver exercícios, tirar dúvidas e realizar avaliações que lhe darão a certificação do programa de aprendizagem”.

Por fim, ele cita que a capacitação corporativa a distância não é apenas uma necessidade de mercado ou uma ferramenta que veio para sanar os obstáculos de custo, deslocamento e tempo. Promover a capacitação profissional também pode ser uma forma eficiente de contribuir com o desenvolvimento social do país. No município de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná, uma ação da Secretaria Municipal de Educação mudou a vida de muitos moradores. Há sete meses a Prefeitura, em parceria com a empresa de educação e comunicação corporativa a distância, Dtcom, criou o programa “Mais Saber” de capacitação profissional para a comunidade e servidores. Uma das alunas, a auxiliar de contabilidade de 46 anos, Rozane Dorneles Malaquias Pereira, já concluiu 68 cursos, mantém outros seis em andamento e já está inscrita em mais sete cursos de capacitação profissional e pessoal. “Além de não precisar pagar, outra grande vantagem é o ganho de tempo. Você faz quando pode e conclui onde quiser pela internet. Recentemente eu fiz um curso presencial de 15 noites. Foi desgastante”, relata Rozane que afirma já aplicar no dia a dia os aprendizados adquiridos nos cursos.

De acordo com o diretor do departamento de Gestão Pública da prefeitura, Renato Cardim, o objetivo deste programa é priorizar a capacitação e gerar oportunidades no município. “Geralmente, estes cursos são oferecidos para o público interno, no entanto, aqui em Pinhais, toda a população pode ter acesso, de um jeito prático e sem custos, enriquecendo currículos e se preparando melhor para o mercado de trabalho”, conclui.

 Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.