O lado humano da qualidade

No blog do Ronaldo (qualiblog) foi aberta uma discussão sobre o lado desumano da ISO 9001. Não há dúvida de que no início da implementação dessa norma nas empresas há uma verdadeira correria dos funcionários, com reuniões e discussões se prolongando além do limite tolerável. O item 6.4 da norma fala em ambiente de trabalho: A organização deve determinar e gerenciar as condições do ambiente de trabalho necessárias para alcançar a conformidade com os requisitos do produto. NOTA: O termo ambiente de trabalho se refere àquelas condições sob as quais o trabalho é executado, incluindo fatores físicos, ambientais e outros (tais como: ruído, temperatura, umidade, iluminação e condições meteorológicas).

Quer dizer, os auditores de certificação precisam ver se a empresa está cumprindo integralmente esse item. Escrevi em um e-book denominado Qualidade sem medo (https://www.gg3.com.br/qualiblogebooks&secao=produto&p_id=59604&QuaLiDaDe-SeM-MeDo) um texto sobre qualidade pessoal, Ou seja, o que as pessoas devem fazer para vencer os problemas de não conformidades relacionados com esse item.

Muito bem, a sua empresa já possui um certificado, ou tem um processo de qualidade em andamento, e você? Você tem qualidade. E o que é ser uma pessoa de qualidade? Como pensar e agir como um ser humano de alto desempenho, se mantendo como um cliente da vida. Tem adotado a melhoria contínua e a inovação contínua? Você tem aplicado em sua vida pessoal alguns dos princípios de Deming como, por exemplo, estabelecer a constância de propósito para melhorar a você mesmo? Tem entendido alguns outros princípios como, por exemplo, é melhor fazer certo a coisa certa do que fazer depressa? Comprometimento, lealdade, simplificação, metas de longo prazo, repetitibilidade do processo, produtividade, etc. podem servir para construir a base da sua qualidade pessoal. E como funciona isso na prática? O melhor é seguir algumas regrinhas:

  • Se você nasceu, venceu a corrida da linha de montagem da vida, és um ser humano de qualidade.
  • Você tem o maior o cérebro conhecido de todas as espécies vivas, cheio de neurônios capazes de produzir pensamentos e tecnologias fantásticas, por que ficar desmotivado, deprimido e sem energia para obter resultados.
  • Importante também saber que qualidade é algo que nasceu com você, e se não se sente assim, eles roubaram de você. Os métodos errados de educar em sua vida escolar retiraram de você a criatividade, deixaram você calado, cabisbaixo. Recupere o que é seu: a sua qualidade interna.
  • Como voltar a ter qualidade perdida? É preciso quebrar paradigmas, apagar os pontos negativos inseridos durante a sua vida. Faça dos roteiros negativos coisas pra cima. Frases do tipo “sou um azarado, sempre acontece comigo.” devem ser transformadas em “Vou recomeçar, pois existe sempre novos horizontes.” Recuperará a autoconfiança e a qualidade roubada.
  • Qualidade pessoal consegue-se definindo suas metas e objetivos, pois saber para onde ir é escolher o melhor caminho. Definir seus valores faz com que você não vá para uma faculdade de advocacia, quando você gosta de desenhar, de pintar etc. Não reme contra a maré de sua qualidade pessoal.
  • Tenha auto-estima e auto-imagem, ou seja, é como você se sente e você se vê. São duas forças poderosas para a sua qualidade pessoal, pois só se pode ser excelente por fora, quando for excelente por dentro. Imagine-se capaz de executar o melhor ou de maneira diferente.
  • Tenha um processo de qualidade na cabeça, transformando algo em resultados, acrescentando valor a alguém, a um produto ou a um serviço. Não precisa ter as respostas, e sim as perguntas certas.
  • A filosofia do profissional da qualidade é: erre mais, erre de novo, erre melhor, mas sempre um segundo erro, pois quem faz erra, pois quem não nunca fez nunca errou. A história já conhecida: o gerente explica ao diretor que o funcionário tinha dado um prejuízo de 1 000 reais por um erro, argumentando que ele deveria ser despedido. O diretor respondeu: gastamos 1 000 reais para ensinar a esse funcionário o caminho do acerto e agora que ele já sabe vamos lhe dar para a concorrência?
  • E, finalmente, aplique o PDCA de Deming. Planejar (Plan), o que se deseja da vida alinhado com os valores, definir metas e métodos e desenvolver um plano de ação para se chegar lá; Fazer (Do), o que pode e deve ser feito como, por exemplo, treinar-se a cada dia ou a cada fase das metas e executar o que você definiu e enumerou no Planejamento de Vida; Verificar (Check) os resultados das ações; e Corrigir (Act) usando critérios de desvios de rotas e melhorando continuamente o processo em direção à excelência. E tenha muito muita motivação, amor em tudo o que se deve fazer.

Enfim, quando a gente se conhece, sabe de nossas competências, anseios, metas e a relação com a qualidade das atividades que exerce e com aquelas que pode exercer pode-se superar os desafios propostos pela norma e pela empresa. Assim, os seres humanos se organizam para alcançar os próprios objetivos e saber conduzir todo o processo apesar das dificuldades. Quando se trabalha este conjunto de aspectos, as pessoas são respeitadas e estimuladas, ocorrendo um aumento do processo motivacional.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

ISO 9001:2008 - Pequenas Mudanças, Grandes Oportunidades

R$ 25,00 à vista ou 2X de R$ 12,50 no cartão

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: