O desempenho das operadoras de planos de saúde

E-book: Uma encrenca que se chama cliente 

A questão sobre se o cliente sempre tem razão torna-se secundária, perde sua importância. Afinal, se não é verdade dizer que o cliente tem sempre razão, dizer que ele nunca a tem também é falso. Para comprar: https://www.gg3.com.br/qualiblogebooks&secao=produto&p_id=59605&uMa-enCRenCa-Que-Se-CHaMa-CLienTe

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou os resultados finais da avaliação de desempenho das operadoras de planos de saúde no Programa de Qualificação da Saúde Suplementar referente ao ano-base 2009, por meio do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar  (IDSS). Depois de avaliadas em 30 indicadores, distribuídos em quatro dimensões, 25,2% das operadoras do segmento médico-hospitalar foram classificadas nas faixas mais altas do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (“0,60 a 0,79”; e “0,80 a 1,00”). Elas respondiam por 59,5% do total de beneficiários vinculados às operadoras ativas em 2010 e avaliados pelo IDSS 2009. Com relação às operadoras exclusivamente odontológicas, 26,6% delas foram bem classificadas nas faixas “0,60 a 0,79”; e “0,80 a 1,00”, isto é, obtiveram melhor pontuação e respondiam por 70,8% dos beneficiários.

Distribuição das operadoras ativas em 2010  e de beneficiários, por segmento e faixas do IDSS na avaliação de desempenho do ano de 2009

 

(1) Média de beneficiários do ano de 2009

O IDSS varia de zero a um, é composto em 50% pelo Índice de Desempenho da Atenção à Saúde (IDAS); 30% pelo Índice de Desempenho Econômico-financeiro (IDEF); 10% pelo Índice de Desempenho de Estrutura e Operação (IDEO) e 10% pelo Índice de Desempenho da Satisfação dos Beneficiários (IDSB). Cada um desses índices de desempenho, por dimensão, é medido por um conjunto de indicadores e seu resultado é dado pelo quociente entre a soma dos pontos obtidos pela operadora em cada indicador e a soma do máximo de pontos possível de todos os indicadores específicos daquela dimensão.

Os indicadores são calculados através de dados dos sistemas de informações da ANS, enviados pelas operadoras ou coletados pela Agência e de dados de sistemas nacionais de informações em saúde. A ANS vem constatando sensíveis melhorias no processo de implantação do Programa de Qualificação das Operadoras, desde seu início em 2004, seja pelo aumento do número de operadoras avaliadas nas faixas maiores do IDSS, seja pelo fato destas responderem pela maioria dos vínculos aos planos privados de saúde.

 Quer saber o resultado da avaliação de desempenho de sua operadora de planos de saúde – ano base 2009: http://www.ans.gov.br/main.jsp?lumPageId=8A95886526578F9301266705F75F7C99

 Conheça a lista de todas as operadoras com os respectivos resultados da avaliação de desempenho – ano base 2009: http://www.ans.gov.br/portal/site/_qualificacao/pdf/ANS_IDSS%202009_%20Resultados%20_Lista%20das%20Operadoras_V11_08_2010.pdf

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: