A análise crítica dos sistemas de gestão da qualidade

ISO 9001:2008 – Pequenas Mudanças, Grandes Oportunidades

Um guia interpretativo da ISO 9001:2008 – Dr. Nigel H. Croft

108 páginas –  Preço de lançamento do livro: R$ 25,00

Para comprar: http://www.qualistore.com.br/produto.asp?codigo=4023

Um leitor me explica via e-mail que a empresa está com dificuldades para fazer a análise crítica do sistema da qualidade implantado. O ideal é que isso seja feito a intervalos planejados e que seja estabelecido uma programação das reuniões de análise crítica. Esses intervalos devem ser decididos pela organização, dependendo da sua necessidade. Nas fases iniciais da implementação do programa de qualidade, seria interessante realizar as reuniões com maior frequência, a cada dois meses com o objetivo de ajustes nos processos. Depois que o programa de qualidade vai amadurecendo, a frequência pode passar a ser de quatro em quatro meses e posteriormente semestral. Se a empresa recebe auditorias externas de manutenção do sistema semestralmente, a sugestão dos especialistas é que a frequência das reuniões não seja menor do que isso. Porém, se as auditorias forem anuais, nada impede que as reuniões também sejam por ano.

Conforme determina a norma ISO 9001, no item 5.6 Análise crítica pela direção:

5.6.1 Generalidades

A Alta Direção deve analisar criticamente o sistema de gestão da qualidade da organização, a intervalos planejados, para assegurar sua contínua pertinência, adequação e eficácia. Essa análise crítica deve incluir a avaliação de oportunidades para melhoria e necessidade de mudanças no sistema de gestão da qualidade, incluindo a política da qualidade e os objetivos da qualidade. Devem ser mantidos registros das análises críticas pela direção (ver 4.2.4).

5.6.2 Entradas para a análise crítica

As entradas para a análise crítica pela direção devem incluir informações sobre

a) resultados de auditorias,

b) realimentação de cliente,

c) desempenho de processo e conformidade de produto,

d) situação das ações preventivas e corretivas,

e) acompanhamento das ações oriundas de análises críticas pela direção anteriores,

f) mudanças que possam afetar o sistema de gestão da qualidade, e

g) recomendações para melhoria.

5.6.3 Saídas da análise crítica

As saídas da análise crítica pela direção devem incluir quaisquer decisões e ações relacionadas a

a) melhoria da eficácia do sistema de gestão da qualidade e de seus processos,

b) melhoria do produto em relação aos requisitos do cliente, e

c) necessidade de recursos.

E qual o significado do item? Pode-se dizer que a análise crítica é uma atividade da Alta Direção que deve aproveitar a oportunidade para mostrar aos funcionários a sua aderência com o negócio da empresa sob sua ótica. As conclusões de cada item analisados devem apontar um rumo para que todos possam ter esse objetivo e tornar o sistema de gestão cada vez mais integrado ao negócio. Os itens a serem analisados estão definidos na própria norma, mas é interessante que os itens estratégicos façam parte da análise crítica.

Enfim, as análises críticas devem abordar de forma até didática todos estes itens, pois se a diretoria da empresa quer passar algum recado para os diversos níveis da empresa isso deve ser de forma clara e concisa. Todos devem perceber que aquele registro atende a norma e ainda evidencia as conclusões sobre a eficácia dos processos de gestão e de suas atividades. Quando for detectado algum desvio ou alguma não conformidade espera-se que se inicie a partir daí uma ação corretiva, que deve ser registrada claramente, inclusive seu responsável, e o prazo que esse terá para implementar a ação corretiva. As análises críticas com indicação de sim ou não agregam valor ao sistema, uma vez que existe uma infinidade de possibilidades entre estes dois extremos que podem e devem ser explorados a fundo.

Para realização da análise crítica podem ser verificados os seguintes itens: os resultados das auditorias internas, as situações das ações corretivas e preventivas, o tratamento das reclamações e sugestões, o acompanhamento das ações das reuniões de análise crítica anteriores, a adequação da estrutura organizacional e as mudanças que possam afetar o sistema. Já para a realização das saídas da análise crítica pode ser verificados: se houve melhoria da eficácia do sistema de gestão da qualidade e seus processos, dos produtos certificados em relação aos requisitos e das oportunidades mercadológicas dos produtos. Os aspectos a serem acompanhados podem incluir: se houve melhoria da eficácia e eficiência do sistema de gestão; se as mudanças propostas foram implementadas, se os resultados estão atingindo os seus objetivos e se a divulgação dos resultados contempla todos os envolvidos no sistema.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Dicas Qualidade Online

Já que eu gosto de andar por esse mundo de deuses e cozinhar, a partir de agora o site vai editar textos dando dicas para os internautas que visitam São Paulo para cursos ou férias e mesmo para aqueles que moram na cidade. Comida, passeios, receitas, dicas de informática, etc. …tudo visando uma melhor qualidade de vida.

Salmão com cogumelos shitakes – Pegue um bom filé de salmão e esfregue nele uma mistura de alho e cebola batidos no pilão. Em uma folha de papel alumínio coloque um pouco de azeite e o filé de salmão. Por cima coloque os cogumelos shitakes (se não gostar ponha cogumelos champignons frescos)), regue com um pouco de shoyo e feche bem as pontas do papel, formando uma espécie de pacote. Coloque no forno quente para assar durante 20 minutos. Sirva com brócolis com pasta de tofu. Bom apetite!

Anúncios

3 Respostas

  1. FAZER UM UM CHECK LIST DEPOIS UM BRAINSTORMING E MONTE UM PLANO DE AÇÃO EM CIMA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: