Um projeto de sucesso empresarial na China

adolfoFui almoçar com o meu amigo Adolfo Savelli (adolfo@logicconsultoria.com.br) que terminou um projeto em uma empresa chinesa com bastante sucesso. Segundo ele, um grande grupo industrial chinês foi ajudado a dobrar a sua capacidade de produção e a estabelecer as bases para se transformar em empresa com uma operação de classe mundial. Na verdade, os elementos desse projeto podem ser aplicados em quaisquer companhias que buscam melhorar seus sistemas operacionais e alcançar um novo nível de desempenho.

“Representando a Logic Consultoria participei de um time de quatro consultores: o Seven Sigma Team, que conta com mais de 160 anos/homem de experiência em empresas nos Estados Unidos, Japão, Grã-Bretanha, Austrália, Brasil, México, Índia e China. Os membros desse time e respectivas experiências são: Frank J. McDonald que trabalhou na GE e Cummins e suas últimas posições foram diretor de motores midrange, de motores heavy duty e corporativo de qualidade da Cummins; Russ J. Bunio que trabalhou na GM/Toyota, Cummins e Boeing e suas últimas posições foram diretor de suprimentos da Cummins e de suprimentos da Boeing; Harold F Steigerwalt que trabalhou na Cummins e sua última posição foi diretor corporativo de engenharia de manufatura. Eu sou sócio diretor da Logic e trabalhei na Chrysler, Volkswagen e Cummins e minhas últimas posições foram gerente de fábrica da VW Caminhões e de operações da Cummins Brasil, diretor de operações internacionais e de qualidade internacional da Cummins”.

Savelli diz que o cliente nesse projeto foi um grande grupo industrial da China especializado na pesquisa, desenvolvimento, manufatura e venda de motores diesel. Seus produtos têm ampla aplicação em diferentes mercados incluindo veículos comerciais, ônibus, máquinas de construção, barcos e geradores. O cliente está em processo de transferência de suas fábricas antigas para um novo local, mas não tinha um sistema operacional para prover linguagem, processos e medidas comuns a todas unidades. Faltava também um processo para compartilhar as melhores práticas de maneira a estabelecer a melhoria contínua e alcançar a excelência em desempenho.

“Nosso projeto teve uma abordagem estruturada para trabalhar com o pessoal chave do cliente, organizado em times funcionais. Dessa maneira, facilitamos o desenvolvimento e implementação do sistema operacional para se adequar ao ambiente e cultura do cliente. Foi importante fazê-los sentir que nós estávamos juntos desenvolvendo o seu sistema, com claras impressões digitais do seu pessoal chave. Com os passos lógicos da metodologia Seis Sigma em mente, nós estruturamos o projeto em sete fases: compreender, definir, medir, analisar, implementar melhorias, controlar e melhorar continuamente. Cada um de nós consultores assumiu o compromisso de passar 100 dias/ano, por dois anos, nas fábricas do cliente. Nosso time efetuou 11 viagens à China, uma viagem a cada dois meses, permanecendo no local entre 15 e 20 dias por viagem. Além disso, deixamos as tarefas específicas de lição de casa para serem completadas pelos times funcionais entre viagens. No começo, nos concentramos nas funções operacionais: gerência de fábrica, produção, engenharia de manufatura, qualidade e suprimentos. Foram estabelecidos times do cliente designados para cada função e cada um de nós era responsável por uma função, exceto Frank, que foi designado para gerência de fábrica e produção. No segundo ano, outras funções foram acrescentadas: recursos humanos, tecnologia da informação, engenharia de produto e controladoria. Agimos como facilitadores dos times funcionais, seguindo os passos do modelo para alcançar a melhoria contínua e alcançar um desempenho de classe mundial”.

O consultor explica que para isso a empresa precisa ter:

  • Objetivos – os poucos objetivos vitais, enunciados pelo(s) líder(es) da organização, que neste nosso caso foi o próprio chairman e CEO.
  • Práticas – princípios gerais requeridos para tornar os objetivos em realidade.
  • Visão para cada função – aquilo que a função espera ser a um nível de excelência. Clara descrição do que se espera da função quando ela alcançar um nível de desempenho de classe mundial.
  • Proposições Funcionais – proposições (statements) desenvolvidas para refletir o que os Líderes funcionais e seus Times acreditam ser necessário para a sua função implementar a sua visão de classe mundial e sustentar cada prática.
  • Medidas – se elas ainda não existem, criar o sistema de medidas necessárias para entender o desempenho atual comparando-as com metas e objetivos estabelecidos.
  • Auditoria – O líder funcional e seus times criam um questionário e critérios de pontuação para entender o seu desempenho atual e identificar as oportunidades de melhoria.
  • Melhoria Contínua – um interminável ciclo que converte os oportunidades identificadas em projetos de melhoria, que são atribuídos a pessoas capacitadas, com base em prioridades e que conduzem à excelência em desempenho.

“Esse modelo criou a estrutura para desenvolver o projeto e propiciou o envolvimento das pessoas chaves na criação do novo sistema operacional. Como resultado deste trabalho, nesses dois primeiros anos, centenas de projetos de melhoria foram identificados e completados, gerando economias de mais de US$ 300 milhões e duplicou a capacidade de produção da empresa sem maiores investimentos: 28.000 motores em fevereiro de 2009 para 55.000 motores em março de 2011”.

Além dos resultados operacionais, garante, o projeto deu ao cliente uma linguagem comum e processos comuns que permitirão engajar todas as funções e outras entidades da organização na busca da melhoria contínua. Isto é particularmente importante neste momento em que a empresa está se expandindo agressivamente no mercado doméstico e buscando se tornar um importante player internacional. Agora é possível mudar o objetivo da companhia de ser não somente a melhor na China mas alcançar e sustentar um desempenho de classe mundial.

“Acreditamos que nossa experiência com este e outros projetos bem sucedidos possa ajudar outros clientes a alcançar um novo nível de desempenho e gerar vantagens competitivas. Os mercados estão dia a dia mais competitivos, exigindo que os líderes empresariais obtenham resultados sempre melhores, em prazos cada vez mais apertados. Essa nova realidade requer a aplicação de técnicas gerenciais muito mais dinâmicas e eficazes na geração e sustentação de resultados. Para fazer frente a esses desafios, muito se tem dito e escrito a respeito de excelência empresarial e das novas técnicas e metodologias de melhoria contínua, mas procurando promovê-las de maneira estanque, independentemente uma das outras. Uma abordagem mais completa é aquela em que se procura avaliar os elementos fundamentais da excelência empresarial em conjunto e como eles estão inter-relacionados, de maneira a proporcionar a combinação mais efetiva das diferentes técnicas disponíveis”, conclui.

Normas comentadas

Confira quais as normas comentadas disponíveis. Elas oferecem mais facilidade para o entendimento e são muito mais fáceis de usar: http://www.target.com.br/portal_new/produtossolucoes/NBR/Comentadas.aspx

NBR 14039Instalações elétricas de média tensão de 1,0 kV a 36,2 kV. Possui 140 páginas de comentários

NBR 5410Instalações elétricas de baixa tensão – Comentada – para windows, versão 2004

NBR ISO 9001 – COMENTADASistemas de gestão da qualidade – Requisitos

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=100002095953440

Glossário Técnico Gratuito

Disponível em três línguas, a ferramenta permite procurar termos técnicos traduzidos do português para o inglês e para o espanhol. Acesse no link

http://www.target.com.br/portal_new/ProdutosSolucoes/GlossarioTecnico.aspx?ingles=1&indice=A

Anúncios