Mundo curioso: utilizando os imãs no dia a dia

No dia a dia, muitos equipamentos eletrônicos utilizam os imãs e das propriedades do magnetismo para o seu funcionamento. Por exemplo, os alto-falantes dos aparelhos de som são compostos por um conjunto formado por um imã e uma bobina que, ao ser atravessada por uma corrente elétrica, movimenta-se sob a ação do campo magnético do imã. Em linhas gerais, pode-se dizer que um um imã é um material ferromagnético que cria um campo magnético à sua volta. Eles podem ser naturais ou permanentes, como a magnetita, um minério de ferro que conserva suas propriedades magnéticas, ou pode ser artificial, formado por um material ferromagnético, como ferro, níquel ou cobalto, que depois de imantado, ou exposto a um campo magnético, conserva propriedades magnéticas por longos períodos. Num imã sempre se encontra um dipolo magnético, norte e sul, que o caracteriza e é uma das sua propriedades fundamentais, não existindo monopolo magnético, ou seja, um pólo sul separado de um pólo norte.

Uma experiência que pode ser feita é espalhar limalha de ferro em uma superfície e colocar o campo magnético de um imã próximo. Pode-se visualizar as linha do campo magnético do ima, conforme na figura acima. Um outro tipo de imã fabricado artificialmente é o eletroímã, que é formado por uma bobina em volta de um material ferromagnético, ao passar corrente elétrica pela bobina, o campo magnético em volta do fio faz com que o material ferromagnético permaneça com propriedades magnéticas, ao se desligar a corrente elétrica, o eletroímã deixa de atrair metais. Esse tipo de eletroímã é utilizado como guindaste para materiais metálicos, como carros e contêineres.

Segundo Roberto Barth, diretor da Supergauss, muitos são os tipos de imãs presentes no cotidiano, sendo muito difícil as pessoas prestarem atenção, mas no dia a dia há diferentes objetos magnéticos. “Em nosso carro, temos ao menos 40, mas o número pode ultrapassar a casa dos 100, no caso dos veículos de luxo. Mas onde estão esses imãs que não vemos? Estão nos alto-falantes, motores elétricos, sensores, filtros magnéticos e até na fixação de alguns carpetes. Em sua casa, você encontra uma quantidade ainda maior de imãs, e não são apenas os decorativos e de telefones úteis na porta da geladeira. Os imãs também estão no perfil magnético que mantém a porta bem fechada; na televisão; no rádio; nos aparelhos de telefone e celular; nos eletrodomésticos; computadores, além dos fechos dos armários, nos quadros e porta-retratos magnéticos. Os imãs ainda estão no medidor de energia elétrica e de consumo de água de nossas casas”.

Ele acrescenta que eles estão por toda parte, espalhados no cotidiano e mesmo assim não se presta atenção. São várias as famílias deiímãs. Os mais conhecidos são osiímãs de ferrite, os flexíveis, os imãs de neodímio, os de samário-cobalto, também chamados de imãs de terras raras, e finalmente os imãs de alnico. “O que os diferencia é o material com o qual são fabricados e o processo de produção, o que lhes atribuem características magnéticas diferentes. Portanto, é importante conhecer as vantagens e desvantagens de cada tipo de imã para saber qual deles é o mais apropriado para cada circunstância. Outro ponto que os diferencia é o preço do produto. Os imãs de ferrite são os que apresentam a melhor relação fluxo magnético x custo. Por isso, sua aplicação é tão ampla. O material representa, aproximadamente, 90% do mercado mundial de imãs”.

Barth garante que os de neodímio, embora mais caros, devem ser usados nas aplicações onde espaço e peso são atributos importantes. Por exemplo, em pequenos micromotores que não têm espaço para imãs de ferrite, a opção é usar o de neodímio, que proporciona um enorme fluxo magnético em uma pequena peça. Isso vale para fones de ouvido, aparelhos de surdez e até alto-falantes para celulares. O peso é atributo importante, mesmo que o custo seja maior. “Note que imãs de neodímio não podem ser usados em altas temperaturas, pois são muito sensíveis ao calor. São mecanicamente frágeis, também, pois o imã é altamente oxidável, o que faz com que o tratamento superficial não possa ser danificado, sob risco de o ímã virar pó. Qual o diferencial do imã de neodímio frente aos outros? O de neodímio proporciona um fluxo magnético incomparável, assim como uma alta resistência à desmagnetização”.

Esse tipo de imãs de neodímio são encontrados em micromotores, computadores, tweeters e alto-falantes, brindes, óculos, placas, quadros, separadores e filtros magnéticos, dispositivos de fixação, brincos, entre outros inúmeros objetivos. “Existe uma relação direta entre o desenvolvimento de um país e o consumo de imãs. O crescimento de nossa economia tem levado ao exponencial crescimento do consumo de imãs, não apenas dos modelos de ferrite, mas principalmente dos de neodímio. Os imãs de alnico têm seu mercado, hoje em dia, quase que restrito aos medidores de consumo de eletricidade e água, e mesmo assim têm sido substituídos por equipamentos eletrônicos. Ou seja, os imãs podem ter aplicações muito técnicas e complicadas, e muitas outras básicas, simplesmente de fixação. Para cada aplicação há um tipo de solução”, conclui.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/hayrton-prado/2/740/27a

Anúncios

3 Respostas

  1. Post muito interessante, a Oximag trabalha com imãs e produtos magnéticos em geral, todos da melhor qualidade.

  2. Excelente artigo, parabéns.
    O magnetismo está presente em praticamente tudo.
    Abs

  3. Excelente explicação!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: