A informação ambiental para equipamentos eletroeletrônicos

 Sistemas de Informações Tecnológicas Target Gedweb

 Armazenamento de Líquidos Inflamáveis e Combustíveis de acordo com a proposta de Revisão da Norma ABNT NBR 17505 – Presencial ou Ao Vivo pela Internet – A partir de 3 x R$ 257,81 (56% de desconto)

 Interpretação e Aplicações da Norma Regulamentadora Nº 13 (NR-13) do MTE (Inspeção de Segurança de Caldeiras e Vasos de Pressão) – Presencial ou Ao Vivo pela Internet – A partir de 3 x R$ 257,81 (56% de desconto)

 Portal Target – Saiba como é fácil ter acesso às Informações Tecnológicas

electronicA norma ABNT IEC PAS 62545 – Informação ambiental para equipamentos eletroeletrônicos (clique no link para mais informações) é um guia dos atributos ambientais genéricos a serem considerados por comitês de produtos durante a preparação de uma estrutura de declaração adequada a uma categoria de produto de interesse e para a divulgação confiável. Esta especificação Publicly Available Specifications (PAS) fornece um guia dos atributos ambientais genéricos a serem considerados por comitês de produtos durante a preparação de uma estrutura de declaração adequada a uma categoria de produto de interesse e para a divulgação confiável, pertinente e harmonizada relacionada à informação ambiental de produto para aqueles que dela necessitam ou a solicitam. Como resultado, os requisitos genéricos a serem seguidos pelos fornecedores iniciais (upstream suppliers) para entregar a informação necessária para os produtores finais (downstream producers) são também especificados.

É um documento autônomo e somente aplicável se a informação dos requisitos pertinentes dos aspectos e impactos ambientais não existirem em normas relativas ao produto. A consciência global da urgência da preservação do meio ambiente natural tem resultado no desenvolvimento de regulamentações locais, nacionais e/ou internacionais para produtos, em uma crescente conscientização dos consumidores sobre os impactos ambientais e, de um modo geral, em um envolvimento crescente de cada parte interessada nestes assuntos. Esse fato está resultando em uma necessidade crescente de troca de informações ambientais entre todos os atores do ciclo de vida do produto, desde o fornecedor da matéria-prima até o reciclador, passando pelo fabricante e pelo usuário do produto final. A cada estágio, as necessidades em termos de conteúdo e formato da informação ambiental são diferentes e possíveis soluções para atender a estas necessidades são múltiplas. Mas o fator-chave nesta cadeia é definitivamente o produtor, que deve colocar no mercado produtos que: estejam em conformidade com as regulamentações ambientais pertinentes, e atendam aos requisitos técnicos e ambientais/expectativas dos usuários.

Cada produtor é então levado a coletar a informação anterior (upstream) ao estágio de manufatura e a entregar a informação relacionada ao produto para o estágio posterior (downstream). A informação anterior (upstream) é até o momento coletada por produtores individuais entre seus numerosos fornecedores. Isto significa que cada fornecedor está recebendo tantas solicitações quanto o número de clientes que ele tenha. Apesar destes pedidos geralmente tratarem dos mesmos itens, eles são diferentes entre si e necessitam de respostas personalizadas. Da mesma maneira, os produtores têm que responder tantos questionários quanto o número de clientes que possuam ou prover aos consumidores as informações que atendam às suas expectativas. A permanência desta situação torna mais e mais difícil o gerenciamento pelas empresas devido ao crescente número de questionários que são normalmente muito diferentes em conteúdo e formato e o crescente número de respostas a serem fornecidas. É custoso e fatigante para: cada fornecedor responder a vários questionários diferentes, cada produtor gerenciar uma enorme quantidade de dados e entregar a informação apropriada.

Porém, a principal preocupação sobre a situação atual é que ela não assegura o nível de condições equivalentes no mercado. As regras correntes parecem insuficientes para evitar problemas de entendimento entre as partes interessadas, as falhas e as reclamações não procedentes que eventualmente levam à distorção do mercado. Há, portanto, uma necessidade clara e urgente de normalização para estruturar e harmonizar esta troca de informação. Atualmente existem várias formas de alcançar estas necessidades para fornecimento de informações ambientais (especificadas no Anexo A da norma), porém todos os sistemas existentes apresentam algumas deficiências que esta Especificação PAS pretende solucionar. No item 4 Metodologia e regras a serem seguidas para construir uma informação ambiental para equipamentos eletroeletrônicos:

4.1 Geral

A informação ambiental dos equipamentos eletroeletrônicos (IAEEE) deve possibilitar o intercâmbio de informação confiável ao longo da cadeia de suprimentos. Isto pode ser feito através da solicitação a um produtor de EEE da avaliação da conformidade de seus produtos com os regulamentos ambientais pertinentes, ou para preparar respostas homogêneas para o aumento de vários requisitos para a informação ambiental entre as partes interessadas. Considerando isto, esta Especificação PAS define os diferentes atributos que devem ser considerados pelos comitês técnicos de produtos na preparação de uma matriz da IAEEE. Os aspectos ambientais selecionados nestes comitês levam em consideração as especificidades do produto em termos do mercado, práticas existentes e expectativas das partes interessadas. Como recomendado pelo IEC Guias 109 e 114, os impactos ambientais de um produto devem ser avaliados em relação ao seu ciclo de vida completo, e a identificação de seus aspectos ambientais significativos deve ser suportada em uma base multicritério. A limitação da avaliação a um ou dois aspectos ambientais pode ser enganosa quando não for precedida de uma avaliação completa. A declaração de materiais que foquem somente conteúdo de um único material ou no consumo de energia durante sua fase de uso pode ocultar a transferência da poluição de uma fase para outra, ou obscurecer aspectos que são mais prejudiciais ao meio ambiente.

Elimine as influências na hora da escolha profissional

Maurício Sampaio

Na fase de escolha profissional, as influências externas podem interferir muito. Muitos jovens se sentem inseguros com suas opções e então partem para pesquisar a opinião de colegas, parentes e pais. Provavelmente você já deve ter perguntado a opinião de alguém mais próximo ou realizou várias pesquisas na internet buscando informações em todos os lugares. Isso é muito importante, porém, diversos adolescentes acabam mudando muito suas escolhas por conta dos palpites alheios ou do excesso de informações contraditórias. Várias são as situações que podem exercer influência em sua escolha: um pai que diz que o que você optou não tem futuro, um amigo mais próximo que diz que a sua decisão não vai dar dinheiro, um parente que já é profissional no setor que você escolheu e diz estar descontente ou uma má notícia sobre um determinado setor da economia.

Muitos pais desejam que seus filhos deem continuidade na sua profissão e até nos negócios. Geralmente esses adultos tiveram sucesso com as suas escolhas, sentem-se felizes e realizados. Existem situações influenciadoras muito comuns, como em uma família de médico os filhos optarem pela Medicina – o mesmo ocorrendo em um meio de professores, etc. Isso é muito bom desde que essa escolha seja autêntica e de total interesse de quem está escolhendo. Caso contrário, a médio e longo prazo, isso pode se tornar um grande problema. Hoje vivemos em uma sociedade na qual a grande maioria das pessoas vive infeliz profissionalmente, e um dos motivos é que as gerações anteriores não tiveram a chance de escolher seus próprios caminhos – por falta de opções ou por imposição de seus pais. Mas esse cenário mudou. As oportunidades são infinitamente maiores e os pais estão mais abertos ao diálogo com os filhos.

A sociedade do consumo também exerce uma grande influência sobre as escolhas. Quem não deseja ter um bom carro, uma bela casa própria, viajar, comprar roupas de grife, ter um celular de última geração, computador, notebook e outros? Atualmente, o número de informações que recebemos das diferentes mídias fez despertar ainda mais o desejo de consumo. Na sociedade, os mais jovens entram numa verdadeira competição para aquisições de tecnologia. Com isso, muitas escolhas profissionais estão sendo feitas com base no que conquistar do que no que realizar. E, na verdade, o mercado corporativo está sentindo na pele a falta de profissionais realizadores, proativos.

Maurício Sampaio é especialista em orientação educacional e vocacional – www.mauriciosampaio.com.br

Normas comentadas

Confira quais as normas comentadas disponíveis. Elas oferecem mais facilidade para o entendimento e são muito mais fáceis de usar:

http://www.target.com.br/portal_new/ProdutosSolucoes/NBR/Comentadas.aspx

NBR 14039 – Instalações elétricas de média tensão de 1,0 kV a 36,2 kV. Possui 140 páginas de comentários

NBR 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão – Comentada – para windows, versão 2004

NBR ISO 9001 – COMENTADA – Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/hayrton-prado/2/740/27a

Facebook: http://www.facebook.com/#!/hayrton.prado

Glossário Técnico Gratuito

Disponível em três línguas, a ferramenta permite procurar termos técnicos traduzidos do português para o inglês e para o espanhol. Acesse no link http://www.target.com.br/portal_new/ProdutosSolucoes/GlossarioTecnico.aspx?ingles=0&indice=A&exibeOrientacao=true&palavra=