Paredes de concreto moldadas no local

NBR ISO 14051: a contabilidade dos custos de fluxos de material na gestão ambiental

A NBR ISO 14051 de 01/2013 – Gestão ambiental – Contabilidade dos custos de fluxos de material – Estrutura geral estabelece uma estrutura geral para a contabilidade dos custos de fluxos de material(CCFM). Sob a CCFM, os fluxos e estoques de materiais dentro de uma organização são rastreados e quantificados em unidades físicas (por exemplo, massa, volume) e os custos associados com estes fluxos de materiais também são avaliados. A informação resultante pode agir como motivador para organizações e gerentes procurarem oportunidades para simultaneamente gerar benefícios financeiros e reduzir impactos ambientais adversos. A CCFM é aplicável a qualquer organização que use materiais e energia, não importando seus produtos, serviços, tamanho, estrutura, localização e sistemas de gerenciamento e contabilidade existentes. Clique no link http://www.target.com.br/portal_new/Home.aspx?pp=27&c=2995 para mais informações.

paredes de concretoCom o aquecimento do mercado da construção civil, que está exigindo obras cada vez mais rápidas e econômicas, o sistema construtivo de paredes de concreto moldada in loco passou a ser cada vez mais utilizado. Baseado na combinação de elementos modulares, que permitem a obtenção de painéis de qualquer tamanho, esse sistema resulta em economia e velocidade na obra. E pelo fato das formas plásticas, bastante utilizadas pelo sistema, serem versáteis, elas agregam na qualidade, velocidade e eficiência, tanto em obras residenciais quanto industriais.

O sistema construtivo de paredes de concreto é um método de construção racionalizado que oferece produtividade, qualidade e economia de escala quando o desafio é a redução do déficit habitacional. O sistema possibilita a construção de casas térreas, assobradadas, edifícios de até cinco pavimentos padrão, edifícios de oito pavimentos padrão com esforços de compressão, de até 30 pavimentos padrão e com mais de 30 pavimentos – considerados casos especiais e específicos. No sistema construtivo de paredes de concreto, a vedação e a estrutura são compostas por esse único elemento. As paredes são moldadas in loco, tendo embutidas as instalações elétricas, hidráulicas e as esquadrias. O método é inspirado em experiências consagradas e bem-sucedidas de construções industrializadas em concreto celular (sistema Gethal) e concreto convencional (sistema Outinord), que eram mundialmente conhecidas nas décadas de 70 e 80. Porém, devido à falta de escala e de continuidade de obras nesses padrões – principalmente com as limitações financeiras da época – essas tecnologias não se consolidaram no mercado brasileiro.

De acordo com o engenheiro Danilo de Matos Lorenceto, diretor geral da Lorenceto Engenharia, a escolha pelas formas plásticas para paredes de concreto se dá pelo fato do setor da construção civil ter evoluído nos últimos anos, criando a necessidade de industrializar seu processo construtivo. “Hoje nós precisamos ter controle total da obra, desde o gasto com todos os insumos, logística e o gasto com mão de obra. Por isso, o sistema de formas plásticas para paredes de concreto é vantajoso, uma vez que permite o controle do uso de matéria-prima e não exige uma mão de obra totalmente especializada, mas de profissionais que sejam capazes de montar e desmontar a forma. Esse é o maior feeling do sistema”, afirma.

Ele ainda diz que o processo fica muito bem industrializado. “É um processo relativamente simples, desde que você tenha uma equipe técnica que acompanhe e fiscalize o andamento da obra”, comenta o engenheiro, que completa: “Quanto mais nós industrializarmos esse processo, mais fácil será o planejamento da obra e maior será o controle. Se, por acaso, ocorrer um erro, o engenheiro saberá exatamente onde ele está, pois tem o controle de todas as variáveis do processo, trazendo assim uma previsibilidade geral das situações”, diz Lorenceto. O engenheiro afirma ainda que, entre todos os tipos de formas utilizadas neste sistema, as plásticas apresentam como vantagem seu custo menor. “Além disso, elas permitem uma possibilidade maior de modulação de projetos. Outra vantagem é que as formas da Metro Modular, utilizadas neste projeto, apresentam a opção de uma maior quantidade de travamentos, o que a diferencia das demais no mercado e faz com que ela tenha maior rigidez no painel, reduzindo possíveis problemas de alinhamentos e desaprumos. Por isso, o resultado é extremamente satisfatório”, afirma.

Existe uma norma, a NBR 16055:2012 – Parede de concreto moldada in loco para a construção de edificações – Requisitos e procedimentos que se aplica somente às paredes submetidas à carga axial, com ou sem flexão, concretadas com todos os elementos que farão parte da construção final, como detalhes de fachada (frisos, rebaixos), armaduras, instalações elétricas e hidráulicas. Além disso, considera as lajes incorporadas ao sistema por solidarização com as paredes, tornando o sistema monolítico. O documento informa que as paredes de cada ciclo construtivo de uma edificação podem ser moldadas em uma única etapa de concretagem, o que permite que após a desforma, as paredes já possuam vãos para portas e janelas, tubulações ou eletrodutos de pequeno porte, elementos de fixação para coberturas e outros elementos específicos. Outro destaque é que a norma fixa requisitos para a construção de edifícios com qualquer altura, o que beneficia o programa Minha Casa, Minha Vida.

As formas plásticas também estão sendo utilizadas na construção de vigas da Estação de Tratamento “Água Limpa”, construída pelo consórcio entre as construtoras Isolux Corsan e Araguaia Engenharia Ltda. A estação com capacidade máxima de tratamento de 860 litros por segundo (porte médio), será gerenciada pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e atenderá aos municípios de Campo Limpo Paulista e Várzea Paulista, no estado de São Paulo. Segundo o engenheiro Bruno Legramandi, gestor de contratos da Araguaia Engenharia, as vigas deste tipo de obra possuem uma variedade de dimensões e as formas plásticas foram escolhidas pela sua versatilidade, que permite essa variedade de dimensões. “Nós damos a geometria da peça para a Metro Modular, empresa fornecedora das formas plásticas utilizadas na obra, e ela desenvolve a forma exatamente na dimensão solicitada. Isso elimina o uso de peças para complementar o módulo, caso da forma metálica, o que permite uma regularidade muito boa ao projeto. Além disso, as formas são muito leves o que facilita seu transporte e manuseio”, comenta Legramandi.

Ainda de acordo com Legramandi, a leveza das formas gera uma economia muito grande em mão de obra. “Por serem leves, eu não preciso de guindaste para movimentação das peças e a descarga também é muito fácil. Com duas ou três pessoas eu consigo retirar o painel, que já vem pré-montado, e transportá-lo ao local em que ele será montado. Isso é muito importante, considerando que o terreno da obra é irregular e esses painéis são utilizados a 6,5 metros de altura”, diz. Com relação ao preço, ele diz que as formas plásticas para a construção de vigas é o mesmo das demais formas existentes no mercado, mas pelo fato de gerar ganhos auxiliares elas se tornam mais vantajosas. Além disso, os gastos com a avaria das formas é menor com as plásticas.

Outro ponto positivo destacado é o fato da forma plástica da Metro Modular já vir com desmolde. “O desmoldante, geralmente aplicado nas formas de alumínio, geram um custo a mais. Além disso, com a forma plástica o concreto fica muito mais limpo. São pequenos detalhes que vão se somando e acabam fazendo toda a diferença”, diz. Segundo Thiago Pereira, engenheiro de produção da obra, a economia no custo da obra civil com o uso de formas plásticas gira entre 15% a 20%, levando-se em conta todas as vantagens da forma. “É difícil comparar as formas plásticas com as de outro tipo, pois não há nenhuma outra com estas características, mas nós simulamos de quanto seria o gasto com outros tipos de forma e chegamos a este número. Para esta obra, a forma plástica caiu como uma luva”, afirma.

Enfim, o sistema de construção com paredes de concreto moldadas in loco permite executar com agilidade e economia obras de grande escala como condomínios, vilas, etc. Nele, as paredes e demais elementos (fundações, lajes, escadas, etc.) de casas ou edifícios são moldados no próprio canteiro, com a utilização de fôrmas adaptadas para cada projeto. Uma das maiores vantagens do sistema de paredes de concreto é a velocidade, sendo possível diminuir 50% do tempo que se levaria em uma obra convencional. Com isso, economiza-se em despesas com o canteiro de obras e os investidores obtêm um retorno financeiro mais rápido.

Para se ter uma ideia, com cada jogo de formas é possível construir 20 casas por mês, sendo que quando a casa de número 15 estiver sendo concretada, a primeira já estará pronta para a entrega. Para obter esses resultados, as equipes são alocadas de acordo com as dimensões das casas. Em um projeto de 60 m² ou 70 m² trabalham 16 homens que se dividirão nas tarefas envolvidas na construção: montagem e desmontagem das formas, instalações elétricas e hidráulicas e concretagem. A execução das paredes de concreto pode variar de acordo com os processos construtivos adotados por diferentes construtoras. O material das formas e seu fechamento, assim como o tipo de concreto utilizado, são alguns itens que podem mudar de empresa para empresa.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/hayrton-prado/2/740/27a

Facebook: http://www.facebook.com/#!/hayrton.prado

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: