Errar faz parte do processo de empreender

NORMAS TÉCNICAS ESTRANGEIRAS E INTERNACIONAIS

Assessoria em normas internacionais e estrangeiras: a Target oferece a consultoria definitiva que sua empresa precisa em normalização internacional e estrangeira: a melhor maneira de assegurar a confiabilidade de suas informações e de manter-se atualizado com relação aos padrões de qualidade de produtos e serviços do mundo.

Pesquisas: entendemos sua necessidade e localizamos, com rapidez e eficiência, diversos tipos de normas em entidades de normalização de qualquer parte do mundo.

Gerenciamento: informamos sobre o status das normas de seu acervo, e sobre qualquer alteração, revisão ou publicação de novas normas de seu interesse. A partir daí, você decide se vai ou não atualizar suas normas.

Tradução: uma equipe de profissionais, especializados em normalização e traduções técnicas, está apta a fornecer o melhor serviço de tradução de normas internacionais e estrangeiras. Os serviços de tradução também oferecem a formatação e adequação da norma dentro dos padrões das Normas Brasileiras.

Para solicitações ou mais informações, clique aqui.

Aviso legal: A Target apoia e incentiva a utilização e a aplicação de padrões e normas técnicas e recomenda que as publicações contendo padrões e normas técnicas estrangeiras e internacionais sejam adquiridas diretamente dos organismos de normalização responsáveis por sua elaboração e publicação. A Target presta serviços de consultoria em normalização estrangeira e internacional através de busca, identificação e controle de padrões e normas estrangeiras e internacionais e não representa organismo algum de normalização. Não trabalhamos com normas csa, astm, iso e din. Todo e qualquer licenciamento constante em qualquer material da Target, diz respeito ao licenciamento de seus softwares e não a publicações específicas. As Normas, Publicações e Materiais incluídos nos Software da Target são de propriedade e responsabilidade dos clientes que solicitaram as referidas inclusões.

“Inovar é errar, quebrar paradigmas e encontrar o equilíbrio entre novos e velhos valores a fim de satisfazer nossas necessidades”

Marcus Linhares

Dizem as boas línguas que para cada erro cometido existirão dois acertos! Com isso, acho que errar deve, também, ser uma das especialidades de um empreendedor. O erro também pode ser resultado de ideias nascentes de “surtos” empreendedores, momento em que o indivíduo acha que pode solucionar problemas com soluções inviáveis. Daí apaixonam-se pela ideia e surtam ao pensar que ela deve ser estática e não adaptável às realidades do cenário em que será aplicada. Por isso saber errar, não significa continuar errando. Significa conhecer e entender o caos resultante do erro, e isso é a faísca da inovação, para construir as novas ideias.

E por falar em inovação e ideias, quando o assunto é empreendedorismo, torna-se indispensável a discussão e relação entre os dois fatores. A inovação pode ser percebida como uma ação que provém da intenção de quebrar um paradigma para satisfazer novas necessidades. Isso porque vivemos num mundo empreendedor, pois todos os avanços desenvolvidos na história quebram velhos paradigmas para construir novos.

A ideia de reformular experiências é o resultado da necessidade humana de convencionar alternativas de melhoria para sua sobrevivência. Todo esse processo pode começar a partir de simples questionamentos sobre o cenário que nos circunda e quais as lacunas a serem preenchidas, ou os paradigmas a serem quebrados. Tais questionamentos possibilitam uma percepção daquilo que é comum e sua tendência a mudar para se transformar naquilo que é novo ou diferente.

Tal diagnóstico requer do indivíduo uma visão capaz de determinar quais alternativas são capazes de desenvolver o estágio de equilíbrio entre o fator novo e o fator velho. Este equilíbrio define o domínio das possibilidades de satisfazer novas necessidades a partir da modificação do cenário já diagnosticado. A partir daí é possível estruturar novos ou diferentes conceitos e planejar o exemplo a ser definido.

Em suma, a inovação é o preenchimento de uma lacuna entre um paradigma e uma nova necessidade, representada pela criação ou incremento sobre uma invenção gerando um novo negócio, novo produto ou uma nova tecnologia. Acerca disso é possível perceber que a inovação é uma ruptura do que é convencional, para a criação de algo novo, diretamente ligada à satisfação das necessidades e, seu desempenho deve estar condizente com as expectativas do indivíduo que irá satisfazê-la.

O empreendedor, por ter uma percepção apurada de seu cenário, consegue fazer dessas prerrogativas um instrumento gerador de diferenciação daquilo que ele pretende oferecer ao seu público, porém vale ressaltar que esse empreendedor deverá estar constantemente se adaptando às novas possibilidades de se inovar, pois as necessidades nunca cessarão.

Marcus Linhares é professor e empreendedor. Bicampeão do Prêmio Educação Empreendedora (Endeavor/Sebrae) e autor do e-book C.H.O.Q.U.E.: Tratamento para o Surto Empreendedor, disponível gratuitamente em www.choqueonline.com.br

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/hayrton-prado/2/740/27a

Facebook: http://www.facebook.com/#!/hayrton.prado

Skype: hayrton.prado1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: