As duas competências mais críticas dos mais competentes

O sucesso e a importância do livro Tragédias, crimes e práticas infrativas decorrentes da não observância de normas técnicas brasileiras – NBR

A intenção do autor do livro Tragédias, crimes e práticas infrativas decorrentes da não observância de normas técnicas brasileiras – NBR (clique no link para mais informações e comprar a publicação), Mauricio Ferraz de Paiva, foi a de explicar de forma prática, e infelizmente mostrando tragédias, como as normas técnicas estão presentes no dia a dia da pessoas. Elas devem ser levadas a sério quanto à sua observância obrigatória e o poder público precisa fazer gestão para esse cumprimento por parte da sociedade produtiva e de serviço.

Daniel Domeneghetti

O objetivo deste artigo não é compilar ou analisar mais uma destas listas com atributos, comportamentos ou competências desejáveis para se alcançar o sucesso profissional. No entanto, é salutar a discussão sobre dois temas que nos parecem importantes nos debates acerca da alta performance de profissionais. Estes temas são respectivamente o coaching e a andragogia.

Antes de iniciarmos, é importante saber que temos como premissa que um profissional de alta performance é aquele capaz de entregar simultaneamente (dentre outras coisas) o seguinte:

1. Resultados superiores para a empresa e

2. Formação de outros profissionais de alta performance.

!cid_image007_png@01CED948

!cid_image008_png@01CED948

Sem mais delongas, vamos aos dois temas:

1. Os mais competentes praticam coaching sistematicamente

Resultados são alcançados por meio de pessoas. E quanto mais brilhantes, motivadas e preparadas estas pessoas forem, melhores serão seus resultados. Desta forma, o indivíduo que se assume como um coach dos demais membros de sua equipe está contribuindo para a alta performance em suas 2 dimensões. Ou seja, em resultados superiores e formação de novos profissionais também competentes.

A razão disto é que o coaching promove o autoconhecimento, a maturidade e a evolução dos indivíduos por meio do aprendizado e da elaboração de metas. O coaching torna-se ainda mais importante quando associado ao tratamento sistemático das “causas-raiz” dos problemas de desempenho de um profissional.

2. Os mais competentes reconhecem que adultos diferentes aprendem de forma diferente (andragogia)

Como derivada do coaching,não podemos deixar de falar da andragogia. Este ramo do conhecimento estuda as características particulares de ensino e aprendizagem de adultos. Embora este fato pareça óbvio, somente no início do século passado passou a ser um tema de estudos recorrentes. O tema está amparado em alguns princípios:

1. Autoconceito e motivação para aprender– Os adultos precisam saber por que eles estão sendo ensinados e precisam estar envolvidos no planejamento de sua instrução.

2. Independência– Adultos têm restrições a situações em que percebem que os outros estão impondo sua vontade sobre eles.

3. Experiência– A capacidade de utilizar a experiência pessoal (inclusive erros) dos adultos – discussões em grupo, simulação, estudos de caso – serão mais eficazes do que as técnicas de transmissão “professor x aluno”.

4. Prontidão– Adultos são mais interessados ​​em aprender as tarefas que têm relevância imediata para seu trabalho ou vida pessoal.

!cid_image009_png@01CED948

Além dos benefícios em nível individual, os executivos que reconhecem os aspectos da andragogia são capazes de motivar, treinar e direcionar suas equipes com maior eficácia. Isto se dá pelo fato de que o estilo andragógico mostra aos liderados que suas experiências são valorizadas. Desta forma, estas pessoas irão reagir de encarar a situação em questão de uma forma mais aberta, positiva e flexível e, principalmente, serão capazes de se concentrar mais nos problemas do que nas situações. Naturalmente, esta discussão não é exaustiva (e nem se propõe a ser) e, em razão disto, convidamos nossos leitores a compartilhar suas opiniões e experiências na seção de comentários.

Daniel Domeneghetti é especialista em estratégia corporativa, top management consulting, gestão de ativos intangíveis e valor sustentável, é sócio do Grupo ECC e CEO da DOM Strategy Partners.

CURSOS ONLINE SOBRE 5 S – HAROLDO RIBEIRO 
5S – A Base para a Qualidade Total – Disponível pela Internet – Ministrado em 27/09/2013
As dicas para o sucesso do 5S em sua empresa.
 
Auditorias de 5S – Disponível pela Internet – Ministrado em 03/10/2013
Conheça o método eficaz para fazer auditorias de 5S em sua empresa.
 
Curso Básico de 5S – Disponível pela Internet – Ministrado em 27/09/2013
Conheça o método para a mudança cultural em uma empresa.

 

Para que sonho não vire pesadelo

REGULAMENTOS TÉCNICOS

Os Regulamentos Técnicos, estabelecidos por órgãos oficiais nos níveis federal, estadual ou municipal, de acordo com as suas competências específicas, estabelecidas legalmente e que contém regras de observância obrigatórias às quais estabelecem requisitos técnicos, seja diretamente, seja pela referência a uma Norma Brasileira ou por incorporação do seu conteúdo, no todo ou em parte, também estão disponíveis aqui no Portal Target.

Estes regulamentos, em geral, visam assegurar aspectos relativos à saúde, à segurança, ao meio ambiente, ou à proteção do consumidor e da concorrência justa, além de, por vezes, estabelecer os requisitos técnicos para um produto, processo ou serviço, podendo assim também estabelecer procedimentos para a avaliação da conformidade ao regulamento, inclusive a certificação compulsória.

Você pode realizar pesquisas selecionando o produto “Regulamentos Técnicos” e informando a(s) palavra(s) desejada(s). Clique no link https://www.target.com.br/produtossolucoes/regulamentos/regulamentos.aspx

O brasileiro é um povo empreendedor. Afinal, quem nunca sonhou em sair do emprego convencional e ter o próprio negocio, prova disso são os dados divulgados pelo Serasa Experian. De acordo com o site, foram abertas 1.259.102 novas empresas no Brasil somente no período entre janeiro a agosto de 2013. O número é superior a 2011 e 201.

Mas para que o sonho não termine em pesadelo, o empreendedor deve tomar alguns cuidados, sendo que alguns deles necessitam da orientação de um advogado especialista no assunto.  “Herança, inventário, testamentos são complicações que acabam surgindo na hora cuidar do patrimônio familiar. E esta não é uma tarefa fácil. Mas, para isso, existe uma modalidade que pode auxiliar no controle desses bens: a holding familiar, que passou a apresentar grande utilidade na concentração patrimonial e facilitar a sucessão hereditária e a administração dos bens, garantindo a continuidade sucessória”, explica o advogado Adriano Dias.

A holding pode ser considerada uma prevenção com relação ao futuro. Para isso, é constituída como societária e pode ser dividida em Sociedade Limitada ou Sociedade Anônima. “A forma social limitada é a mais adequada quando se pretende impedir que terceiros estranhos à família participem da sociedade, isso tudo dependerá do objetivo a ser alcançado com a holding”, destaca o especialista.

Em relação aos inventários, o especialista enumera algumas vantagens das holdings como: tributação da herança e doação de 4%; tempo para criação da holding é de aproximadamente 30 dias (nos inventários gira em média de cinco anos); tributação dos rendimentos é menor; tributação da venda de bens imóveis também é menor e, nas holdings, o cônjuge não é herdeiro. Ainda de acordo com o advogado, ao analisar essas vantagens é possível observar que essa modalidade apresenta-se como uma medida preventiva e econômica, com o objetivo de ser processada a antecipação da legítima. O controlador doará aos herdeiros as suas quotas, da Holding Pessoal, gravadas com cláusula de usufruto vitalício em favor do doador, além das cláusulas de impenhorabilidade, incomunicabilidade, reversão e inalienabilidade.

Vale salientar que o planejamento sucessório quando utilizado para transmissão da herança “em vida” por parte do empreendedor, tem como um dos seus principais atrativos a eliminação da carga tributária que normalmente incide quando da abertura da sucessão através da morte. O advogado ainda informa que, segundo dispõe o Código Civil, art. 1.171, “a doação dos pais aos filhos importa adiantamento da legítima”, dessa forma poderá o doador dispor de 50% de seus bens, sendo que os outros 50% pertencem a meação do cônjuge (quando se tratar de casamento com comunhão parcial de bens, somente constitui a meação os 50% dos bens adquiridos na constância do casamento). Caso a vontade das partes seja doar todos os bens do casal, faz-se necessária a anuência expressa de ambos.

De forma geral, as empresas holding são classificadas como:

a) Holding Pura: quando de seu objetivo social conste somente a participação no capital de outras sociedades, isto é, uma empresa que, tendo como atividade única manter ações de outras companhias, as controla sem distinção de local, podendo transferir sua sede social com grande facilidade.

b) Holding Mista: quando, além da participação, ela exerce a exploração de alguma atividade empresarial. Na visão brasileira, por questões fiscais e administrativas, esse tipo do holding é a mais usada, prestando serviços civis ou eventualmente comerciais, mas nunca industriais. Diante dessa afirmação é necessário, como veremos adiante, estabelecer se a holding deverá ser uma Sociedade Simples Limitada ou simplesmente uma Limitada, porém só excepcionalmente uma Sociedade Anônima.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/hayrton-prado/2/740/27a

Facebook: http://www.facebook.com/#!/hayrton.prado

Skype: hayrton.prado1