Trabalho: faça dele um lazer, um prazer!

NR 10 – Atendendo às exigências do Ministério do Trabalho – Reciclagem Obrigatória – A partir de 3 x R$ 264,00 (56% de desconto)

Controle Integrado de Pragas – A partir de 3 x R$ 91,67 (56% de desconto)

5 Sensos para multiplicadores – A partir de 3 x R$ 91,67 (56% de desconto)

Contaminantes químicos e suas medidas de controle – A partir de 3 x R$ 72,60 (56% de desconto)

Ernesto Haberkorn

O segredo para a realização das nossas atividades, sejam elas quais forem, é trabalhar com amor. Escolher um trabalho que você ame e sentir-se realizado, fortalece, vivifica, motiva e incentiva. Quando encaramos nosso trabalho meramente como um ganha-pão, dificilmente colhemos bons resultados. Tudo torna-se chato, pesado, maçante, literalmente trabalhoso.

Consequentemente, nossa entrega no trabalho é um resultado previsível, sem sinal de superação, sem amor. E, automaticamente, nossa vida também segue sem surpresas. Sim, cumprir a obrigação garante o salário, mas é só isso que basta?

Dinheiro é bom, sim, mas a satisfação de colocar paixão em nosso trabalho não tem preço ou salário que pague. Faça um teste, trabalhe durante horas com amor e não se sentirá cansado. Mas trabalhe somente alguns minutos com raiva e se sentirá tão fraco, tão triste que gostaria que o dia terminasse logo, naquele minuto. Acredito que se você ama aquilo que faz, transforma sua vida.

Assim como um relacionamento, nosso trabalho também exige dedicação, atenção e cuidados. Aliás, desde que descobri o quanto estar apaixonado pelo trabalho pode ser gratificante, sou um ser humano muito melhor.

Em minhas palestras e cursos, sempre procuro abordar o tema qualidade de vida, pois atualmente, muito se fala sobre o assunto. A sociedade cobra que a pessoa seja saudável, bem-sucedida, rica e feliz.

A partir disso, ficam as perguntas: é possível ganhar dinheiro e ter saúde, sem perder um ou outro? É possível ser um profissional de sucesso e com qualidade de vida? A resposta depende muito do que a pessoa entende por “sucesso” e “felicidade”. Porém, posso afirmar que, se seguirmos alguns princípios fáceis de entender, mas não tão fáceis de adotar (e que também servem para a vida pessoal), conseguiremos nos equilibrar sobre estes dois pilares.

Fazer do trabalho um lazer, um prazer, deveria ser uma regra para todos. É importante ter sempre o que fazer, acordar de manhã e lembrar que naquele dia você irá cumprir mais uma etapa do seu trabalho e, finalmente, que o seu trabalho trará algum benefício para você ou para os outros. Não estou falando aqui apenas de dinheiro.

Outro princípio é agir com ousadia, calma e persistência. Para ser proativo, é preciso ser ousado, mas sempre com segurança. Nada de dar um passo maior que a perna. No entanto, se ficar a dúvida, faça. As pessoas se arrependem muito mais daquilo que não fizeram. Por fim, outra dica importante é ter sempre metas. Quem não tem metas passa a vida matando o tempo. A vida sem metas é monótona e tudo o que é monótono estagna-se.

Trabalhar com o que você ama demanda alguns questionamentos que vão além do trabalho, e além do amor. A principal questão é descobrir o que realmente você gosta de fazer? Você conseguirá manter seu sustento e de sua família com este trabalho?

Quando trabalhamos com o que gostamos, uma das vantagens é trabalhar mais e com mais foco. Com isso, os resultados são ações positivas e espontâneas no trabalho. Mas nem sempre tudo são flores, existem variáveis negativas mesmo trabalhando com o que se ama, como falta de capital, investimento financeiro inicial, espaço, mercado, problemas administrativos, processos trabalhistas, etc.

Nesse caso, é importante refletir, analisar e saber dosar e equilibrar as variáveis negativas e positivas do trabalho que você escolher. Investimento, tempo, networking – não posso afirmar que “esses ingredientes” são a garantia para o sucesso, apenas compartilho idéias e experiências pessoais e em grupo que vivi, que vão muito além de livros ou cursos que fiz.

Encontrar a motivação para fazer aquilo que se gosta com sucesso é sempre um grande desafio. Na teoria, motivação é simplesmente aquilo que motiva pessoas para realizar uma ação. Acredito que a motivação pode vir de cada um de nós e também de outros cenários.

Todos nós somos resultado da combinação de nossos pensamentos, valores e ideais. Neste texto, não há intenção de pormenorizar o trabalho das pessoas, mas transmitir de que é possível amar seu trabalho e ter sucesso, sentir-se completo, sim, sem abrir mão da qualidade de vida.

A melhor decisão é dividir para multiplicar, trabalhar com calma, persistência, paciência, fazendo seu trabalho com consistência, amor e dedicação para fortalecer as atividades profissionais e pessoais. Atitudes assim proporcionam parcerias vitoriosas, dias mais leves e felizes.

Ernesto Haberkorn é administrador de empresas pela FGV, mestre em engenharia da computação pelo IPT, autor de 14 livros e professor em diversas faculdades de administração de empresas. Desde 2006, dedica-se integralmente ao Circuito NETAS e a TI Educacional.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: