O poder positivo da empatia

NORMAS COMENTADAS

NBR 14039 – COMENTADA
de 05/2005

Instalações elétricas de média tensão de 1,0 kV a 36,2 kV. Possui 140 páginas de comentários…

Nr. de Páginas: 87

NBR 5410 – COMENTADA
de 09/2004

Instalações elétricas de baixa tensão – Versão comentada.

Nr. de Páginas: 209

NBR ISO 9001 – COMENTADA
de 11/2008

Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos. Versão comentada.

Nr. de Páginas: 28

imageLuciana Peruchi

Em minhas leituras sobre equipes de trabalho e comportamento humano tenho percebido repetidas vezes citações sobre o poder positivo da empatia. Ela é evidenciada como característica de sucesso pelos grandes líderes, descrita por Daniel Goleman, umas das cinco áreas de habilidades da Inteligência Emocional.

Mas me pergunto “será possível desenvolver essa característica?” Primeiro precisamos entender do que se trata. Segundo Luft, empatia é o estado de espirito no qual uma pessoa se identifica com a outra, supondo sentir o que ela está sentindo. Mas será essa uma habilidade inerente ou um estado de espírito?

Independente do seu conceito, no dia a dia é necessário um esforço consciente para desenvolver uma atitude empática. Uma das dicas que procuro aplicar em meus círculos de relacionamento é entender que somos diferentes, mas não de forma superficial, quando no fundo tentamos fazer as pessoas se tornarem como nós queremos que elas sejam, mas no mais profundo conceito de permitir que o outro seja “ele”.

Pierre Weil, educador e psicólogo francês autor do bestseller O Corpo Fala , criou a fórmula VR f (EC), ou seja, a vivência da realidade (VR) é função[f] do estado de consciência(EC) em que nos encontramos, portanto a forma com que a pessoa vivencia a realidade é determinada pelo seu estado de consciência. Sua criação, a forma que interpreta as coisas, o quão fundo vai nos conceitos da vida, enfim, uma infinidade de fatores que tornam o ser humano possuidor de uma diversidade impar, com vivências e estados de consciência distintos.

Essa simples fórmula nos ajuda a entender que somos diferentes e porque somos especialmente diferentes. Conscientes disso fica muito mais fácil ser empático!

Saiba mais vendo o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=zwau1PKyfX4

Luciana Peruchi é proprietária da Inpectus Consultoria e Assessoria Empresarial e coordenadora de eventos focados em mudança comportamental.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: