Anestesia garante segurança e tranquilidade no procedimento cirúrgico

baner_abqeventos_abendi_midias_sociais

Para  se inscrever para a transmissão online gratuitamente, acesse http://www.abqeventos.org.br/

A Sociedade de Anestesiologia do Rio Grande do Sul (SARGS) explica que o procedimento é extremamente seguro e o medo da anestesia ocorre por falta de conhecimento

A anestesia é primordial para que um paciente não sinta dor durante uma intervenção cirúrgica. Segundo a Organização Mundial da Saúde, são realizadas, aproximadamente, 234 milhões de cirurgias extensas – procedimentos de grande intervenção no corpo, todas atendidas por um anestesiologista.

Além de aplicar a medicação, ele controla todas as funções vitais do paciente durante a operação. “Monitoramos a pressão arterial, a respiração, a temperatura, a hidratação, o pulso e o ritmo cardíaco de quem está na mesa de cirurgia. Nossa missão, além de tirar a dor, é garantir a segurança das pessoas”, revela o presidente da Sociedade de Anestesiologia do Rio Grande do Sul (SARGS), Charles Pan.

É comum a anestesia gerar apreensão e tensão antes de uma cirurgia, mas o pânico é causado por falta de conhecimento, pois os procedimentos são extremamente seguros, conforme explica o Pan. “Atualmente é muito raro acidentes ou complicações decorrentes da anestesia. O profissional tem ao seu dispor técnicas, conhecimentos e medicamentos modernos que reduzem ao máximo possíveis acidentes anestésicos”, afirma. É assim que o anestesiologista garante que o organismo do paciente reaja com sucesso e faz o intermédio ou interrompa com segurança caso alguma alteração ocorra. 

Mas do que as pessoas mais têm medo? O presidente conta que o temor dos pacientes é não voltar da anestesia e garante que esse risco é o menor de todos. “Todo e qualquer procedimento oferece risco, mas é preciso mudar essa cultura do medo e do negativismo. Um evento grave em um processo cirúrgico tem mais ligação com a situação do paciente do que com o procedimento anestésico”, revela.

Após a cirurgia, o anestesiologista inicia o processo de recuperação e toma as medidas necessárias para amenizar a dor que uma intervenção provoca. “Nosso trabalho é garantir tranquilidade antes, durante e depois da cirurgia”, completa.

Siga o blog no TWITTER

Mais notícias, artigos e informações sobre qualidade, meio ambiente, normalização e metrologia.

Linkedin: http://br.linkedin.com/pub/hayrton-prado/2/740/27a

Facebook: http://www.facebook.com/#!/hayrton.prado

Skype: hayrton.prado1

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: