É possível ser um empreendedor de sucesso e preservar a qualidade de vida

Implementando o Design For Six Sigma (DFSS)
Esse e-book ASQ/Target descreve a metodologia DFSS que foi criada e aplicada para processos produtivos e de serviços…

Leia mais…

Ernesto Haberkorn

Há um provérbio, atribuído à Dalai Lama, que diz: “os homens perdem saúde para ganhar dinheiro e perdem dinheiro para reaver a saúde”. Não sei se a autoria procede, mas o conteúdo da frase está mais que correto. O tema qualidade de vida vem sendo amplamente discutido na sociedade contemporânea, com inúmeras publicações, programas, dicas, novelas e receitas de como ser uma pessoa feliz, magra e com saúde. Por outro lado, também há uma cobrança da sociedade de que a pessoa seja bem-sucedida, rica e, se for possível, dona do próprio negócio.

A partir disso, ficam as perguntas: é possível ganhar dinheiro e saúde, sem perder um ou outro? É possível ser um profissional de sucesso e com qualidade de vida? A resposta depende muito do que a pessoa entende por “sucesso” e “felicidade”. Porém, posso afirmar que, se seguirmos alguns princípios fáceis de entender, mas não tão fáceis de adotar (e que também servem para a vida pessoal), conseguiremos nos equilibrar sobre estes dois pilares.

Como o tema aqui é o dia a dia de um profissional, vamos iniciar pelos princípios a serem colocados em prática neste campo. O primeiro, é fazer do trabalho um lazer, um prazer. É importante ter sempre o que fazer, acordar de manhã e lembrar que naquele dia você irá cumprir mais uma etapa do seu trabalho e, finalmente, que o seu trabalho traga algum benefício para você ou para os outros. Não estou falando aqui apenas de dinheiro.

Outro princípio é agir com ousadia, calma e persistência. Para ser proativo é preciso ser ousado, mas sempre com segurança. Nada de dar um passo maior que a perna. Porém, se ficar a dúvida, faça! As pessoas se arrependem muito mais daquilo que não fizeram. Por fim, outra dica importante é ter sempre metas. Quem não tem metas passa a vida matando o tempo. A vida sem metas é monótona. E tudo o que é monótono estagna-se.

Já os princípios a serem colocados em prática no campo pessoal, o primeiro que destaco é a prática de atividade física. Fazendo uma comparação com o computador, a prática esportiva “azeita” nosso hardware. Falando em azeite, ter uma alimentação orgânica e equilibrada, também ajuda na realização pessoal.

Outro princípio é dormir o suficiente para sentir-se descansado. Dormir não é perda de tempo, muito pelo contrário. Revigora-se para não dormir no trabalho ou volante. Além desses, destaco três outros pontos: estar sempre bem informado, viver a sua própria espiritualidade (não importa qual) e jamais ter inimigos.

Por último, deixei um princípio meio piegas, mas importantíssimo: Amar. Desde o amor paixão até o amor fraternal pela família ou amigos. Qualquer tipo de amor ajuda a encarar a vida de maneira mais agradável, mais bonita.

Como avisado anteriormente, estes são princípios fáceis de entender, mas difíceis de serem colocados em prática. O mais importante é que a pessoa saiba focar os seus objetivos e não cometa excessos em nenhum dos dois campos, caso contrário, a balança vai alçar um lado e rebaixar o outro.

Ernesto Haberkorn é criador do Circuito NETAS (acrônimo de Natureza, Esporte, Trabalho, Amor e saúde), treinamento diferenciado, criado com o intuito de apresentar uma rotina mais saudável e com qualidade de vida aos executivos; e diretor da TI Educacional .

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: