O reuso da água no Brasil e no mundo

Aterramento e a Proteção de Instalações e Equipamentos Sensíveis contra Raios: Fatos e Mitos – A partir de 3 x R$ 257,81 (56% de desconto)

Inspetor de Conformidade das Instalações Elétricas de Baixa Tensão de acordo com a NBR 5410 – A partir de 3 x R$ 320,57 (56% de desconto)

Interpretação e Aplicações da Norma Regulamentadora Nº 13 (NR-13) do MTE (Inspeção de Segurança de Caldeiras e Vasos de Pressão) – A partir de 3 x R$ 257,81 (56% de desconto)

Filtros de Harmônicos em Sistemas Industriais – A partir de 3 x R$ 257,81 (56% de desconto)

Diogo Taranto

Quando falamos em gestão de recursos hídricos no mundo, regiões áridas e semi-áridas, como o Oriente Médio, e regiões desérticas dos EUA (Califórnia, Arizona, Colorado e Nevada), já realizam em larga escala práticas de reúso e reaproveitamento de água. As reais necessidades destes locais fizeram com que essas ações se tornassem imprescindíveis.

O resultado é que as iniciativas acabaram servindo de exemplo e se alastrando por países com políticas de recursos hídricos voltadas para o futuro e a preservação de suas fontes para abastecimento, como Austrália, Japão, Itália, Grécia e Portugal. No Brasil, apesar da aparente abundância de recursos hídricos, o reúso de água também vem conquistando espaço, principalmente nos grandes centros urbanos, nos quais a escassez representa altos investimentos e custos operacionais para captação e adução de águas a grandes distâncias. A atual crise hídrica brasileira ainda levou usuários e empresas a rever suas estratégias, com o objetivo de buscar alternativas de captação, tratamento e reciclagem, até então pouco explorados pela maioria dos usuários.

Contudo, o reuso em aplicações, como irrigação, refrigeração, lavagem de pisos e descargas de vasos sanitários, torna-se uma alternativa sustentável, ambientalmente correta e viável economicamente, já que os volumes utilizados pelas concessionárias públicas ou privadas são reduzidos drasticamente nos pontos de medição e cobrança. Um exemplo de projeto implantado, que trouxe significativas reduções de custos, é o realizado no Rio de Janeiro. Uma água de concessionária no município carioca pode custar até R$32,00 o metro cúbico, e um sistema de reuso fornece o mesmo recurso, para determinadas aplicações, a um custo até 50% menor.

Outra ação que demanda menos investimentos, mas que também traz ótimos resultados, é o reaproveitamento da água de um determinado processo industrial ou doméstico em processos que não exigem elevado grau de qualidade. As águas utilizadas em indústrias siderúrgicas do interior de São Paulo, com foco em limpeza e resfriamento de peças semi-acabadas, por exemplo, são drenadas, acondicionadas e, posteriormente, utilizadas em um fim menos nobre, como a lavagem de pisos e resfriamento de escórias.

O fato é que existem alternativas e tecnologias já consolidadas, que alinhadas à criatividade e responsabilidade ambiental estão cada vez mais presentes na cultura da população de todo o mundo. No Brasil, o desafio é fazer com que os padrões específicos de uso destes recursos renováveis sejam efetivamente estabelecidos e os projetos já pensados e amplamente discutidos sejam colocados cada vez mais em prática.

Diogo Taranto é diretor de Operações da Nova Opersan.

Metas: é possível chegar lá!

Ernesto Haberkorn

Uma vida sem objetivos é como um dia sem sol, um tédio total. As metas direcionam as ações pessoais e profissionais, mostram o caminho que se deve seguir. A essência das metas está em estabelecer desafios, de forma que os objetivos individuais e profissionais se entrelacem.

Mas, só vale manter a meta no radar se tiver intenção de conquistá-la, caso contrário, é melhor esquecê-la. É sempre tempo de parar e analisar se seus propósitos estão dentro da realidade e compatíveis com seu ritmo de vida.

Algumas pessoas almejam alvos e não param para pensar por um instante em qual é o seu papel, significado, o que realmente querem alcançar e se a tão sonhada conquista vai promover seu desenvolvimento, tanto pessoal quanto profissional. É preciso fazer alguns questionamentos como: rever a lista de metas do ano anterior; identificar os desafios profissionais; se as metas propostas são desejáveis e atingíveis; deixar tudo escrito e pontuado; definir as tarefas para atingir as metas; criar indicadores para acompanhar seu desempenho; ser flexível e mudar a lista quando for necessário.

Portanto, metas precisam implicar um processo de mudança. É muito importante estabelecer e cumpri-las, desde que estas contribuam para uma progressão em sua vida, que façam a diferença.

Entregar-se e dar 100% de si assumindo responsabilidades e se comprometendo com todas as ações propostas, além de deixá-lo mais próximo de seu objetivo, promove um bem-estar e mais qualidade de vida, pois você estará em busca e lutando por algo que ama e quer. Acredito que, se o indivíduo estiver em equilíbrio, com seus objetivos na medida certa, pode se tornar uma pessoa melhor, mais produtiva, competente e feliz.

Se o trabalho de um profissional pede algo em que ele não seja tão bom, é preciso buscar uma maneira de se aperfeiçoar, mas sem se torturar por isso. Às vezes, se o propósito é muito duro e pesado, o indivíduo diminui sua capacidade de desenvolvimento e crescimento na vida profissional e pessoal, pois perde a autoconfiança.

Cada mente reflete uma determinada forma de pensar, cada ser humano possui uma maneira de raciocinar e querer. É essencial saber qual a sua exigência, seu potencial, sua capacidade e características para entender quais resultados pode atingir e até onde você pode chegar.

Durante minha trajetória, identifiquei alguns pontos de como chegar lá e conquistar seus objetivos. Lembre-se de que dicas são dadas para quem quer acertar ou corrigir alguns pontos, para você sair de onde está e chegar aonde quer chegar é preciso dar o primeiro passo.

É importante rever sua lista de metas, dividi-las para multiplicar, descobrir quais seus desafios profissionais e pessoais, escolher objetivos desejáveis e atingíveis, escrevê-las e priorizá-las. São alguns tópicos que devem merecer atenção. Além de definir tarefas e passos necessários para atingir cada uma delas, criar indicadores de para acompanhar seu desempenho, é importantíssimo também ser flexível, alterar a lista quando necessário e estabelecer prazos de curto, médio e o longo prazo para alcançar objetivos.

É possível ter uma carreira bem-sucedida atrelada à qualidade de vida e, ainda, se tornar um ser humano pró-ativo e saudável, que cumpre as metas estabelecidas e chega lá! O mais importante é que a pessoa dê foco aos seus objetivos, seja equilibrado e não exceda em nenhum dos campos da vida.

Tenha em mente que tudo é um processo, constituído de diversas etapas e que, ao longo do período, tudo tende a se alinhar. Trabalhar em cima de metas sobre o resultado é um exercício diário para todos. Só com muito comprometimento e empenho é que os objetivos propostos serão alcançados.

Ernesto Haberkorn é diretor da TI Educacional e criador do Circuito NETAS (acrônimo de Natureza, Esporte, Trabalho, Amor e saúde) treinamento diferenciado, criado com o intuito de apresentar uma rotina mais saudável e com qualidade de vida.