Pesquisa: o perfil do mercado de trabalho brasileiro

CURSO DISPONÍVEL PELA INTERNET

5S A Base para a Qualidade Total – Disponível pela Internet

As dicas para o sucesso do 5S em sua empresa.

Atualmente, 67% das vagas operacionais criadas no país no último ano requerem segundo grau completo e apenas 6% das oportunidades aceitam profissionais com ensino fundamental. Entretanto, mais de 90% dessas posições oferecem salário até R$ 2 mil. É o que revela o levantamento “OD&M Perfil das vagas operacionais e benefícios corporativos”, realizado pela OD&M Consulting.

O levantamento foi feito a partir de análise de vagas temporárias e efetivas, oferecidas por médias e grandes corporações de cinco regiões brasileiras, registradas na base de dados do site de empregos Contratando, pertencente ao grupo. Além de maior nível de escolaridade, as empresas hoje estão exigindo conhecimento de informática (40% em Excel, 34% para Windows e Word), por outro lado, o conhecimento de inglês foi apontado como necessário em apenas 11% das vagas consultadas.

O mercado também está mais flexível em relação à experiência, sendo obrigatória em apenas 19% das ocupações.
Segundo a pesquisa, cerca de 90% dos cargos operacionais oferecem salários até R$ 2 mil, sendo que 47% têm remuneração até R$ 1 mil, 43% na faixa de R$ 1001,00 a R$ 2 mil e os demais 10% acima de R$ 2 mil. Além dos benefícios básicos, como auxílio transporte e alimentação, 70% das vagas oferecem assistência médica, 58% odontológica e 50% seguro de vida. As áreas que mais empregam, mesmo com a crise, continuam sendo a de varejo (22%), produção industrial (15%), telecomunicações (14%), logística (10%) e administrativa/financeira (8%).

Dados por região

Sudeste – Detém maior número de oportunidades, sendo responsável por 48% das posições operacionais do país. As menores remunerações, até R$ 2 mil, foram verificadas no varejo (26%), logística (15%) e Telecom (13%). Enquanto que as oportunidades com maiores salários foram verificados nas áreas administrativa-financeira (24%), produção industrial (17%) e comercial (16%). A região é a que oferece mais benefício básico aos trabalhadores: 45% recebem auxílio transporte e/ou alimentação, 30% assistência médica, 25% odontológica e/ou seguro de vida. O ensino médio completo é obrigatório em 63% das vagas e superior nas 31%. A experiência profissional é exigida em 75% dos casos.

Nordeste – Segunda no ranking do mercado de trabalho brasileiro, a região responde por 25% das vagas operacionais geradas no último ano. A grande maioria dos cargos tem remuneração até R$ 2 mil (91%). As áreas que mais empregaram no Nordeste foram a de produção industrial (21%), administrativo e varejo (12%), telecom e logística (10% cada). Entretanto, existe uma margem significativa de trabalhadores que não são contemplados com benefícios: apenas 20% recebem auxílio transporte e alimentação e 15% assistência médica. O ensino médio é obrigatório em 58% das vagas, porém há percentual significativo de ocupações que exige ensino superior (37%). E 67% das vagas não exigem experiência anterior. Mas conhecimento básico de informática (Pacote Office) é necessário em 29% das vagas e o inglês nas 23% dos cargos.

Sul – Responde por 18% das vagas operacionais oferecidas no país. A maior parte do emprego está concentrada no varejo/têxtil (28%), área comercial e produção industrial (15% cada) e logística (10%). Cerca de 96% dos profissionais empregados no ano passado ganham até R$ 2 mil/mês, 25% recebem auxílio transporte, 24% vale-refeição, 17% assistência médica e 15% plano odontológico. O ensino médio completo é necessário em 73% dos casos e superior em 19%. A experiência profissional é exigida em 27% das vagas e conhecimento de informática 42%.

Norte – A região representa 8% das vagas criadas, deste total 95% pagam salários até R$ 2 mil. A área de produção industrial é responsável por 65% dos empregos gerados, seguida de telecom (14%), comercial (4%) e logística-aeronáutica (3%). Uma margem significativa de posições não oferecem benefícios básicos: 26% recebem auxílio transporte e/ou alimentação, 20% assistência médica e 17% odontológica. O ensino médio é obrigatório em 77% dos casos e superior nos 23%, o que mostra que mesmo para as atividades operacionais a exigência de nível de escolaridade vem aumentando cada vez mais. A experiência não é necessária em 87% dos casos. Quase a metade (48%) das vagas abertas exigiam conhecimento básico de informática, o inglês em 38% das posições abertas e espanhol em 14% delas.

Centro-Oeste – Os estados do Centro-Oeste brasileiro concentram apenas 1% das vagas operacionais geradas no Brasil. Dentre as poucas oportunidades oferecidas destacam-se as áreas de telecom (43%), seguida do comercial (30%) e varejo (27%). O mercado de trabalho local também está mais exigente: nas 77% das vagas o ensino médio completo é obrigatório e nas 25% são voltados para quem tem superior completo. Conhecimento de informática é requisito obrigatório em 48% das posições, inglês em 38% e espanhol 14%. Mas 85% dos anúncios registrados aceitam colaboradores sem experiência anterior. Em 93% das oportunidades oferecem salários até R$ 2 mil. Entre os benefícios oferecidos estão transporte e/ou alimentação (26%) assistência médica (20%) e odontológica (17%).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: