O conhecimento do bechmarking

O Target Genius Respostas Diretas é o mais avançado e inovador sistema de perguntas e respostas sobre requisitos de normas técnicas. É, basicamente, um conjunto de perguntas mais comuns sobre determinados assuntos das normas técnicas, acompanhadas das respectivas respostas. Definitivamente, a solução para as dúvidas sobre normas técnicas. Selecione o Comitê Técnico desejado e clique sobre o código ou título para consultar. Acesse o link https://www.target.com.br/produtos/genius-respostas-diretas

Os procedimentos operacionais normativos (Instruções de trabalho) podem aliviar a perda da cultura organizacional.

Mitchell Joe

Um estudo recente constatou que a perda de experiência empresarial – devido à aposentadoria e falta de pessoal qualificado, entre outras coisas – é uma das dez principais preocupações da indústria automobilística. (1) Os principais problemas referem-se “à capacidade de evitar repetir os erros do passado, a capacidade de implementar a eficiência operacional e a capacidade de desenvolver novos talentos”. (2)

O estudo também indicou, “[Mais de] três quartos dos inquiridos classificam suas organizações como muito moderadamente capaz de reter e transferir conhecimento.” (3) Enquanto “[mais de] um terço dos inquiridos [fabricantes originais de Original Equipment Manufacturer (OEM)] descreveram a si mesmos como sendo pouco capaz ou incapaz da preservação e transferência de conhecimento”. (4)

Esta pesquisa é alarmante para a indústria automobilística, mas a perda de experiência no mercado de trabalho é uma preocupação para todos os setores e organizações. Uma técnica que pode ajudar as organizações a minimizar os efeitos da perda da experiência é o procedimento operacional normativo (standard operating procedure- SOP). Estes SOP são uma parte integrante de um sistema de gestão da qualidade (SGQ) e um SOP devidamente preparado pode minimiza a perda de conhecimento crítico do negócio devido às mudanças de pessoal.

Evitando os erros repetidos

Também conhecidos como instruções de trabalho ou instruções dos operadores, os SOP servem como guias de referência para os funcionários através de instruções de trabalho para fornecer resultados consistentes e de qualidade de dados em toda a organização. Por exemplo, o pessoal que trabalha em um laboratório aplicado as normas técnicas e as instruções de trabalho para cada teste. Em contrapartida, um SOP específico da organização pode ser usado em conjunto com as normas técnicas da indústria para garantir a conformidade com as especificações de fabricação os requisitos organizacionais ou governamentais.

Além disso, os SOP ajudam a evitar as dificuldades apresentadas pela falta de experiência reduzindo a probabilidade de erros durante a incorporação do pessoal. A contratação de novos funcionários requer horas de treinamento no local de trabalho e é um investimento significativo do negócio. Então, quando se está treinando novos funcionários, e não apenas mostrando-lhes como fazer o trabalho; deve-se apontar o SOP para eles e verificar se eles sabem onde encontrar o documento para referência futura. Assim, quando o pessoal mais experiente não estiver disponível, o novo funcionário pode se referir aos SOP para uma orientação sobre uma tarefa específica.

Eficiência operacional

Os SOP são fundamentais para a produção eficiente de produtos e serviços de alta qualidade e ao menor custo possível. De acordo com o Certified Quality Engineer’s Handbook, os SOP “reduzem a variação do tempo de ciclo e produzem um produto ou serviço melhor, mais consistente, e também podem simplificar as atividades de fluxo mais adiante”. (5)

Tenho observado, por exemplo, uma redução de 30% no produto rejeitado, uma vez implementado um SOP para testes metalúrgicos. Os operadores já tinham usado diferentes escalas e métodos de preparação de amostras de dureza, mas a introdução de um SOP resultou em uma prática de um trabalho normalizado. (6) Após a implementação, experimentamos uma variação insignificante nos resultados do teste e uma operação de negócio mais eficiente.

Devido às mudanças exigidas pelos avanços tecnológicos ou pelo sistema de demanda do cliente, pode ser necessário rever periodicamente os SOP para promover a melhoria contínua e aumentar a eficiência operacional. Embora as organizações não possam parar a remoção de um bom funcionário, um bom SOP pode atenuar a perda de conhecimento crítico para o negócio e beneficiar qualquer organização que está competindo no mercado global de hoje.

Referências

(1) Deloitte Consulting e Automative Industry Action Group, “2020 Relatório de Qualidade Automotiva”, 19 de abril de 2016, http://tinyurl.com/autoquality2020 .

(2) Ibid.

(3) Ibid.

(4) Ibid.

(5) Connie M. Borror, Certified Quality Engineer Handbook, third edition, ASQ Quality Press, 2009.

(6) Ibid.

Joe Mitchell é diretor de operações e tecnologia da Miller Company, Diehl Metall em Meriden, Connecticut, e obteve seu MBA pela Universidade de Lawrence Technological em Southfield, Michigan. Mitchell é membro da ASQ e tem certificação ASQ como engenheiro de qualidade.

Fonte: Quality Progress/2016 October

Tradução: Hayrton Rodrigues do Prado Filho

Qual é o seu coeficiente de criatividade no trabalho?

Clicando aqui é possível ter conhecimento dos Projetos de Normas Brasileiras e Mercosul, disponíveis para Consulta Nacional. Selecione o Comitê Técnico desejado e clique sobre o código ou título para consultar e votar.

Ernesto Berg

Quanto mais você desenvolve a capacidade de produzir ideias novas e aperfeiçoadas, mais você aumenta o seu valor profissional e seu nível de participação na empresa. Este questionário permite avaliar seu grau de criatividade no ambiente de trabalho. Responda como você realmente age e não como você entende que seria melhor.

S = SIM        N = NÃO         AV = ÀS VEZES

  1. Você encara desafios e barreiras como algo que possa trazer oportunidades, mais do que possa trazer problemas?

S     N    AV

  1. Ao procurar soluções com  o  grupo de trabalho, para  determinados  problemas, você faz uso de processos e técnicas criativas de tomada de decisão?

S     N    AV

  1. Você costuma ter ideias criativas para resolver problemas intrincados?

S     N    AV

  1. Quando alguém lhe traz uma ideia criativa para resolver um problema, você usa frases do tipo “não vai  dar  certo”, ou “não vale a pena”?

S     N    AV

  1. Você costuma implantar novas alternativas e processos que auxiliam na agilização dos trabalhos ou a tomada de decisão?

S     N    AV

  1. Você já ignorou boas ideias suas porque não tinha recursos ou não sabia como implantá-las?

S     N    AV

  1. Para você e a equipe com a qual trabalha, tudo tem que ser sempre muito prático, objetivo e rápido, sem dar lugar a novos processos mais criativos e compensadores?

S     N    AV

  1. Quando tenta resolver um problema você se inspira em soluções que deram certo em outros setores, ou empresas?

S     N    AV

  1. Você se interessa por processos criativos que utilizam novas ideias e oportunidades para serem implantadas na organização (ou em seu setor)?

S     N    AV

  1. Você exercita sua mente regularmente em pensar fora da “caixa”, isto é, imaginar as coisas de uma perspectiva fora dos paradigmas?

S     N    AV

  1. Você sabe utilizar instrumentos criativos de tomada de decisão ou de resolução de problemas como, por exemplo, o brainstorming?

S     N    AV

  1. Você se considera criativo?

S     N    AV

  1. Você já teve a oportunidade de implantar soluções criativas em seu ambiente de trabalho que se mostraram eficazes?

S     N    AV

  1. Para você é uma perda de tempo procurar soluções novas para situações indesejáveis que acontecem dentro da organização?

S     N    AV

  1. Quando seu trabalho sai da rotina habitual e você é obrigado a enfrentar circunstâncias imprevistas, você se sente inseguro ou desconfortável?

S     N    AV

Faça a sua autoavaliação

Marque um ponto para cada resposta SIM dada às seguintes questões: 1, 2, 3, 5, 8, 9, 10, 11, 12, 13

Marque um ponto para cada resposta NÃO dada às seguintes questões: 4, 6, 7, 14, 15

Marque meio ponto para cada resposta MAIS OU MENOS.

TOTAL  DE  PONTOS________

De 13 a 15 pontos. Ótimo. A criatividade e a inovação estão entre os seus pontos fortes. Para que seus resultados melhorem ainda mais envolva seus colegas e membros de equipe nos processos de criatividade e inovação, pois beneficiarão seu setor e toda a organização.

De 10 a 12,5 pontos. Sua criatividade está em fase de progresso. Talvez você até já tenha conseguido algum sucesso, mas pode melhorar bem mais se fizer da criatividade e da inovação um processo constante em suas atividades, e compartilhar ideias com seus colegas e membros da equipe.

Abaixo de 10 pontos. Você está inseguro quanto ao seu talento criativo. Talvez até você se julgue pouco criativo. Seja como for, procure oportunidades para melhorar e colocar em prática formas mais criativas e diferentes de trabalhar as coisas, mesmo que não tenha nenhuma necessidade disso no momento.

Comentários

A necessidade de solucionarmos problemas é um fato real na nossa vida diária, seja em casa, no ambiente de trabalho ou em qualquer outro lugar. Tanto a criatividade como a inovação trazem soluções e compensações para a nossa vida que vão do nível corriqueiro do dia a dia até o ponto mais inusitado e extraordinário de uma descoberta.

Comece a agir mais criativamente

No trabalho existem pessoas que são naturalmente mais criativas do que outras. Isto não significa que não possamos desenvolver capacidades criativas, pois existem instrumentos e técnicas que estimulam e ajudam fortemente o incremento dessas habilidades. O primeiro passo é você treinar sua percepção para as oportunidades de melhorar os sistemas, métodos e procedimentos dos serviços que você faz em seu trabalho. Comece colhendo informações, depois descubra as principais causas dos problemas e dificuldades existentes e, então, comece a gerar e avaliar suas próprias ideias visando implantar melhorias. Apresente suas sugestões de melhoria em reuniões grupais e colha pareceres e ideias dos componentes do grupo. Depois teste o funcionamento e faça os ajustes necessários para em seguida implantar os novos padrões ou procedimentos. Lembre-se que quem mais conhece o seu trabalho é você mesmo e, portanto, é a pessoa mais habilitada para sugerir melhorias e mudanças em sua área. O que você precisa é de argumentos plausíveis e aceitáveis para vender e levar em frente as ideias.

Pessoas criativas agem

Pessoas criativas não permanecem sentadas à espera de que os problemas apareçam. Elas estão atentas a situações que podem provocar eventuais obstáculos e sentem-se motivadas pela oportunidade de mudar as coisas. Não se sentem intimidadas pelas mudanças, antes, provocam-nas e abraçam-nas com satisfação, pois desenvolvem constantemente suas habilidades criativas e adotam atitudes positivas diante das mudanças e problemas que surgem. Elas assumem papel ativo, tanto na identificação de novas oportunidades, quanto em detectar problemas potenciais que possam obstaculizar as atividades da equipe ou da organização.

Ernesto Berg é consultor de empresas, professor, palestrante, articulista, autor de 15 livros, especialista em desenvolvimento organizacional, negociação, gestão do tempo, criatividade na tomada de decisão, administração de conflitos – berg@quebrandobarreiras.com.br